Da medida da paixão - poema de Jussara Neves Rezende

sábado, junho 18, 2016 Jussara Neves Rezende 17 Comments




Em tempos ligeiros os poemas
se encolhem
e escolhem
formas fáceis de viajar...

Com este de hoje inauguro o que pretendo que seja uma publicação semanal de pequenos poemas de minha autoria que têm a intenção de servir para troca entre amigos no Facebook, WhatsApp, Instagram... Irei reuni-los aqui sob a tag (provisória?) “Breves versos” e no Pinterest no painel com o meu nome.
Espero que você aprecie e ajude a divulgar, sim?

Beijo&Carinho,

Jussara

17 comentários:

  1. Oi Jussara, é a Vi, gostei da ideia de pequenos poemas semanais, e vamos divulgar.
    Amei o primeiro, e gostei do poema que escolhem formas fáceis para viajar.
    Bom fim de semana,beijos,Vi

    ResponderExcluir
  2. Oi Ju...que lindo seu poema.
    Saudade de passar por aqui...
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Cris!
      Eu mesma andei sumida daqui e da blogosfera... tentando voltar... rs

      Excluir
  3. OI, Ju (posso chamar assim?)

    Amei seus versos e vou estar aqui sempre para lê-los! São lindos! Marcas de sua alma, sua essência!

    Xero!
    Drica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que sim, Drica :)
      Todos os meus amigos me chamam assim.
      Obrigada! Será um prazer tê-la aqui!
      Abraço!

      Excluir
  4. simples e lindo amei amei parabens amada tenha uma otima semana bjkas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Dinha!
      Simplicidade e beleza são coisas que venho tentando alcançar :)

      Excluir
  5. Oi, Jussara!

    Que ótima ideia! O poema é lindo e poesia no dia a dia é tudo de bom!

    Abraços, Cris

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Cristina! Poesia no dia a dia é uma espécie de antídoto contra tanta barbaridade que somos obrigadas a enfrentar nesse mundo, não é mesmo?
      Abraço!

      Excluir
  6. Excelente ideia, Jussara, com uma periodicidade semanal, cria o hábito e facilita a divulgação...
    Poesia deve ter a leveza, a singeleza de nossos dias e liberta do sentido que buscamos, apenas se expressar, para nos acarinhar...
    Felizes dias, abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Maria Teresa!
      Poesia deve ter leveza e singeleza, diz você. E como concordo! É tudo o que busco!
      Abraço!

      Excluir
  7. Boa noite amiga Jussara!
    Adorei a ideia e espero poder ajudar a compartilhar muitos que ainda estão por vir.
    Tenha dias felizes e abençoados sempre!!!
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô, que coisa boa! Conto com isso, querida!
      Abraço!

      Excluir
  8. Oi, Ju,

    Que boa ideia compartilhar os seus poemas aqui semanalmente. Uma paixão intensa como uma tempestade e que sacie a busca de sentido é o sonho de muita gente, rsrs. Gostei do poema!

    Um beijo

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)
Volte sempre!