Mãos na massa. Oops... na terra

sexta-feira, abril 13, 2012 Jussara Neves Rezende 33 Comments

Quem me conhece apenas superficialmente tem a impressão enganosa de que sou uma pessoa extremamente calma. Não sei o que em mim sugere o que não sou: se meu exterior é tranquilo, interiormente estou quase sempre em ebulição.

Por muito tempo não percebi que o fato de sempre dormir de madrugada e acordar cedo estava relacionado à ansiedade, às listas intermináveis de coisas a serem realizadas... até que descobri que os melhores momentos para arrumar gavetas eram aqueles em que estava tensa, nervosa. O fato de todas as minhas gavetas estarem continuamente impecáveis deve falar algo a meu respeito, pois não?

Ao longo dos anos de organização descobri que nos momentos em que estou mais nervosa preciso manter as mãos ocupadas para aliviar a tensão. Mais tarde percebi que fazer pães era uma boa maneira de ocupar as mãos. Além do encantamento ao ver crescer a massa, há o momento em que é preciso sová-la. Isso mesmo, sovar: surrar, espancar. A mistura de encantamento e espancamento é receita infalível para me livrar da tensão. Depois descobri que escavar a terra e colocar ali uma mudinha, ou semente, é outro modo produtivo de ocupar as mãos, pois além de usá-las embelezo meus canteiros.

Foi assim que a culinária e a jardinagem entraram em minha vida.
Quem come meus quitutes elogia meu "dom", quem visita meu jardim diz ter descoberto "a razão para eu não desejar sair de casa"; ninguém adivinha, no entanto, a verdadeira razão de eu me envolver com pães recheados, roscas de maçã e canteiros de margaridas.

Os reflexos da semana anterior, muito difícil e corrida, se fazem notar na minha respiração custosa de agora e no fato de ontem eu ter passado o dia a fazer paezinhos e bolachas. A manhã de hoje foi passada no jardim.

Minha amiga Mi, que vive na Espanha, mostrou noutro dia como transformou uma cesta num canteiro de salsinha. Ela forrou a cesta com um plástico preto, desses para lixo, e juntou ali o conteúdo de três vasinhos:










Eu tinha uma cesta igual e pensei em fazer algo parecido. Como já tenho um canteiro de ervas de cheiro, achei que seria propriado utilizar a cesta para plantar diferentes espécies de suculentas, ideia que a Ana Maria, outra amiga querida, havia sugerido no princípio de Março:






Cheia de ideias e ainda precisando por as mãos na massa, mesmo depois de um dia de pães, resolvi colocá-las na terra. Minha cesta de suculentas ficou assim:







Forrei a cesta como a Mi ensinou  e espero que em breve as suculentas estejam em pleno vigor, como aquelas do post da Ana. A alegria de vê-las dominarem o espaço livre na cesta me fará esquecer qualquer nervosismo que me tenha levado a por as mãos na terra.




Com especial carinho para a Ana Maria e para a Mi


Comente, comente, comente... vou amar!


Beijo&Carinho,

Jussara



33 comentários:

  1. BOM DIA, JUSSARA!! QUE BATUTA ESSA IDÉIA DE DESCARREGAR A TENSÃO MANTENDO AS MÃOS OCUPADAS (DÁ ATÉ PRA ENCAIXAR UMA SOVA NUM MARIDO QUE FOR XAROPE... COM UM PAU DE MACARRÃO, AS MÃOS VÃO DESCARREGAR BEM A TENSÃO. KKK)...
    ZOEIRAS À PARTE, REALMENTE É MARAVILHOSO PODER LIDAR COM A TERRA. PODER COLHER AQUILO QUE VOCÊ MESMA PLANTOU, É ALGO QUE NÃO TEM PREÇO. AQUI EM CASA, TEMOS HORTA. COLHEMOS ATÉ CEBOLAS JÁ, ACREDITA? A TERRA NOS PRESENTEOU COM UMA LINDA RÉSTIA!! TEMOS GALINHEIRO E VERDURAS ORGÂNICAS. AGRADECEMOS MUITO À DEUS E NOSSO INTESTINO, TAMBÉM AGRADECE... KKK
    UM LINDO FINAL DE SEMANA "PROCÊ E TODO SEUS PARENTE, UAI!"
    AH... EU CRIEI UM SELINHO ESPECIALMENTE PRO SEU BLOG. ENVIEI NO SEU E-MAIL. EU ACHO QUE VOCÊ VAI GOSTAR MUITO DELE. TOMARA, POIS EU FIZ COM MUITO CARINHO.
    ENCONTREI TEU CANTINHO NO FACEBOOK, ATÉ DEIXEI UM COMENTÁRIO LÁ. EU TAMBÉM ESTOU PERDIDA POR LÁ. PROCURE DONA GAM, QUE ME ENCONTRA...
    ATÉ MAIS, CONTERRÂNEA!!

    ResponderExcluir
  2. Olá,Jussara!
    A idéia da cesta é encantadora, boa desculpa para desfazer ansiedade, decorar a casa ou ter ervas fresquinhas à mão...
    Descobrir que não sou só, nesse caminho de trabalhar com as mãos para
    acalmar a alma, me fez lembrar um trecho de música antiga:
    Não, não posso parar
    Se paro, eu penso
    Se penso, eu choro...
    Tenha um lindo e abençoado final de semana!
    Bjnhos,Ana

    ResponderExcluir
  3. Ju
    Essa é a melhor terapia que eu conheço para mentes e mãos ansiosas.
    Tenho mexido muito com a terra e estou sempre fazendo invenções, transplantando e experimentado variações. Ficaram lindas as suas cestas.
    Bj e lindo final de semana.
    yvone

    ResponderExcluir
  4. Jussara....

    Qdo estou agoniada, triste, eu trabalho incansavelmente, ouço música no último volume... e canto sozinha.
    Isso me acalma, já que não tenho dom pra encher o estômago alheio.... snifffff.....

    Que ótima ideia essa da cesta, sempre temos uma e não sabemos o que fazer. E jogar fora é o que a gente não quer. Adorei mesmo!

    Um ótimo fim de semana e muitos beijosssss

    ResponderExcluir
  5. Que coisa boa.Essa mistura só pode dar coisa boa... Mexer na terra faz bem!

    Lindas idéias!

    beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  6. É extamente essa a impressão que tenho de você: uma pessoa muito calma. Vejo que cuidar do jardim e divertir-se na cozinha faz milagres contra a ansiedade, preciso praticar mais.
    Também adoro as coisas da Mi, são muito inspiradoras.
    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Oi Jussara Linda.. Que maravilha esse Post. Gostei de conhecer um pouco mais sobre vc...
    Adorei a cesta! Depois mostra mais do seu jardim.. rsrsrsrs..
    Bjuuuuuu e um lindo fim de semana!
    Joanna

    ResponderExcluir
  8. Oi Jussara,achei essas ideias para horta uma maravilha! Hoje pela manhã estava conversando com meu marido e dizsendo que estava pensando em plantar hortelã (que ammooo!) para colocar em sucos, saladas e até no feijão verde (agora é tempo aqui no Nordeste) e fica uma delícia com hortelã....
    Achei essa ideia do cesto muito legal e além de tudo, decorativa!
    Bjos no coração...
    :))


    http://baudaarteira.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá Jussara, tudo bem?

    A sua cesta de suculentas vai ficar linda, enquanto isso, voce passa o tempo, olhando o desenvolvimento delas.

    Eu tenho um manacá, carregado de botões, todos os dias eu fico olhando
    quantas flores abriram, é uma delícia

    um beijo carinhoso

    Regina Célia

    ResponderExcluir
  10. Amiga Jussara adorei a ideia de usar a cesta para plantar as suculentas, tenho a certeza que vai ficar uma maravilha.
    Um domingo maravilhoso.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  11. Que lindo!
    Adorei a idéia!

    DA UMA PASSADINHA, TEM COISA NOVA: http://www.blogdatardee.blogspot.com.br/2012/04/fortaleza-286-anos.html

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ju,

    Que idéia linda esta de plantar numa cesta! Já fiquei pensando numa cesta cheia de onze-horas e outras florezinhas, rsrs.
    Você tem sorte de poder extravasar a tensão no trabalho, conheço gente que fica imobilizada remoendo as coisas rsrs.
    As suas suculentas já estão graciosas, mas acho que ainda ficarão mais, quando ocuparem mais a terra.

    Beijoca, boa noite e boa semana!

    ResponderExcluir
  13. Jussara, adorei tudo que mostrou aqui, especialmente o seu depoimento, afinal você consegue transforamar toda esta ansiedade em coisas lindas como trabalhar na terra e fazer nascer lindas plnatas e cozinhar para as pessoas que ama!! Adorei a idéia da cesta para suculentas, pois além de serem as únicas plantas no mundo que resistem aos meus cuidados (rsss) nunca encontro um vaso que seja comprido o suficiente para acomodar 03 vasos para minha janela. Usando cestos de palha vai ser bem mais fácil encontrar. Grande abraço e tenha uma maravilhosa semana!!!
    www.arquitrecos.com

    ResponderExcluir
  14. Las plantas son preciosas,
    le deseo una feliz semana.
    un abrazo.

    ResponderExcluir
  15. Dona Gam, Ana, Yvone, Clara, Chica, Silmara, Joanna, Isabel, Regina, Maria, meninas do Blog da Tarde, Marly e Carla – nossa, quantas amigas!
    Obrigada a cada uma pela companhia, pela leitura atenta, pelos comentários. Adorei receber o fragmento de música que a Ana transcreveu (ela sempre faz relações interessantes e poéticas) saber do manacá da Regina, que feijão verde (aqui chamamos de vagem) fica bom com hortelã! (obrigada pela dica Isabel), que gostaram da ideia da cesta e pensam em aproveitá-la... acho que ficará linda com onze horas, Marly... vou precisar de outra cesta... rs.
    Obrigada por estarem sempre comigo. Vocês são mais importantes para mim do que imaginam.
    Grande abraço da
    Jussara

    ResponderExcluir
  16. Não é qq um que consegue transformar a ansiedade em algo positivo, mas você não é uma dessas pessoas. Transformar uma situação, uma emoção negativa em positiva mostra como você sabe lidar com os tropeços da vida de uma forma madura.
    O que eu também achei interessante nessa postagem é essa troca e aprendizado e afinidades que existe entre as pessoas nesse meio virtual. Para quem planta margaridas com sucesso com toda certeza a sua cesta de suculentas vai ficar linda.

    ResponderExcluir
  17. REGINA - você acredita que quando me sentei para escrever eu estava pensando em falar justamente sobre as amizades que fiz e o quanto aprendi no universo dos blogs? Mas a escrita quase sempre foge ao meu controle e toma uns rumos inesperados... aí surgiu este texto, mas se ele sugeriu a você a troca, o aprendizado e as afinidades entre as pessoas no meio virtual... então acabei por dizer o que queria... rs.
    RICARDO - Obrigada! Que bom tê-lo aqui!
    Obrigada pelos comentários e pela companhia!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  18. Que ideia genial!
    Há tempos quero fazer uma hortinha, mas não queria plantar no chão porque tenho dois cachorros e um deles é filhote e é danado demais. Nem preciso dizer que não seria uma boa ideia plantar no chão. Algumas plantinhas minhas já se foram....
    Bem, pensando em ter uma hortinha, comprei as sementinhas e ficava imaginando um modo de plantá-las.
    Muito obrigada pela ideia e fiquei muito contente em ver meu banner em seu blog!

    ResponderExcluir
  19. Jussara, tem um selinho pra você no meu blog! ;)

    ResponderExcluir
  20. Ju, que lindooo,nem sei qual tá mais famosa,eu ou a cesta,tô chique.
    Adorei a sua cesta,vai ficar linda com certeza,a melhor semente está no coração.
    E sei que você faz tudo com muito carinho e tens mãos abençoadas.
    É impressionante que o mundo virtual nos aproxima por afinidades e "parecenças"(como dizia minha avó).
    Se quer me acalmar, me dá uma lata de tinta,me manda prá cozinha,ou mexer com terra.
    Esqueço do mundo.
    Falando em tinta, passa lá prá ver "as Gêmeas".
    Besitos e linda semana

    ResponderExcluir
  21. Querida Jussara!
    Fiquei daqui quietinha,lendo o teu inspirador texto e lembrei de mim mesma! Acho que sou bem parecida contigo,principalmente neste requisito "aparência tranquila"...(Rs...) Quem também me conhece "perifericamente", conclui logo a mesma coisa: Sou a calmaria em pessoa! Mas o meu "convivívio comigo mesma", também revela um interior sempre envolto com as calmarias e as tempestades de um mar sempre desconhecido... Coisas da vida aventurosa de um marinheiro intrépido, navegando nos oceanos da existência!
    E assim como você, também preciso estar sempre envolvida em tarefas que desacelerem estas viagens, às vezes turbulentas, do cotidiano. E é verdade,minha doce amiga... Quantas vezes a cozinha e sua "química e física" terapêutica, nos levam à um relaxamento delicioso para o corpo e a alma? Sem dúvida, receita certa para reduzir o stress de um dia mal humorado.
    E o jardim? Ah, esse gracioso pedacinho de terra, que sempre nos traz tantas alegrias e preciosa beleza? Recomendo também, sem contra-indicaçao, para todas os espíritos que estejam tristes e desanimados... Às vezes os resultados imediatos demoram, mas com o correr do tempo, é remédio santo para muitas aflições da alma humana! E que não se desesperem aqueles que não tem um cantinho de terra para plantar, pois uns belos vasinhos de plantas já alegram o dia a dia de muita gente...
    Adorei este teu gracioso post e este teu lindo cesto de preciosas suculentas... Tudo tão suave e inspirador!
    Beijo grande pra ti,
    Teresa
    ("Se essa lua fosse minha")

    ResponderExcluir
  22. Oi Jussara, tudo bem? Pois bem, temos algo em comum... gavetas impecáveis no momento da tensão, da ansiedade... Mas vou falar, que ideia linda desta cesta com suculentas... arrasou!!! Vai para o caderninho de ideias!!! Beijos e ótima semana para você!

    ResponderExcluir
  23. Jussara querida, costumo dizer que sou tantas dentro de uma só, que as vezes tento procurar maneiras para não explodir! Eu realmente sou sempre tranquilo, falo com o coração com todos que se direciona a palavra a mim, tenho sempre um colo pra dá, uma boa palavra a dizer, mas vivo em intensas descobertas e reformulando teorias!
    Agora você tem uma linda maneira de lidar com seus conflitos ou suas ansiedades interior, depositando em descobertas, belas feituras, deliciosas massa (hummm), amo! Sabe minha amada mãe é assim, sempre encontro seu cantinho, suas coisinhas bem ajeitadinhas, ou um livro de romance policial na mão, ela me diz que tem muitas coisas que não depende só dela a serem transformada, ou alguma resposta que ela espera ansiosamente, ou algo que esteja incomodando... lá vai minha queridona, arrumar sua casinha, deixar suas coisas organizadinhas e ler! Ela ama leitura, ela diz que é um relaxante para alma.
    E eu ao contrário dela e como você, coloco literalmente a mão na terra e me aventuro, fazendo hortinhas, criando moda com as flores aqui e ali, às vezes quando estou bem estressada, me sujo toda de terra, fazendo alguma plantação!
    Você reuni vários dons e mudanças em um só corpo.
    Sua cesta está linda, quero ver quando tiver toda cheiinha. Quem sabe eu não faço parecida.

    Querida, desculpe a demora, mas esse fim de semana estava super ocupada, recebendo os amigos, fazendo algumas guloseimas para o aniversário do meu amado... então, só agora que sentei e estou lendo com carinho cada comentário!
    Meu e mail é: lolozinhaviana@hotmail.com
    Estou aguardando o pps sobre "mudar de casa", concerteza irá me ajudar nessa fase turbulenta!

    Uma linda e doce semana.
    Grande beijo!
    Lorena Viana

    ResponderExcluir
  24. Tem outro selinho pra você lá no blog, viu?! hehehehe

    ResponderExcluir
  25. Oi Ju! Obrigada pela visita! Pois é amiga! Minha mãe diz que antigamente dona de casa não tinha tempo de ficar com depressão e ansiedade, pois socar massa de pão, bater a roupa no tanque e encerar a casa com esfregão era o suficiente para manter a forma e a cabeça sã. Sua cesta está show! Diz uma coisa....o plástico no fundo não faz empossar água da rega? bjus!

    ResponderExcluir
  26. Ju, querida!
    Como sempre... seus textos são um presente para mim. Delícia te ler!

    Ocupar as mãos... que máximo. Sou calma, mas quando não tenho o que fazer fico ansiosa. Pois, agora já sei com mudar isto.

    Lindas as imagens da Mi e da Ana. E as ideias são muito boas.

    Obrigada pelo carinho lá no castelo.
    Beij

    ResponderExcluir
  27. Jussara,sabe que qdo sinto o peso da cruz vou para a cozinha ou sacada cuidar das plantinhas.
    Belo texto, como sempre.
    bj

    ResponderExcluir
  28. Que linda ficou a sua cesta!
    Adorei!
    Colocar a mão na massa é ótimo mesmo pra descarregar a tensão!
    Tenho uma bacia grande que a tempos quero plantar umas suculentas mas ainda não coloquei a mão na terra...

    beijoo

    ResponderExcluir
  29. Querida, saudade!!!
    Lindo post, lindas cestas!!! Tenha certeza que a sua também ficará maravilhosa, pq a terra é um presente de Deus, adoro cactos e suculentas; apesar de que elas precisam de maior atenção, assim como nós, e mexer com a terra e nossas plantinhas pela manhã, final de tarde ou a qualquer hora é divino!!! bjkkk mil =*
    Mônica

    ResponderExcluir
  30. Oi Ju, tb adorei o cachepô de suculentas, com certeza a sua ficará tão linda quanto.
    Vou tentar fazer uma p mim tb.
    Passando p desejar um ótimo fds.
    bjs

    ResponderExcluir
  31. Ai Ju...
    Essa fase turbulenta afeta cada um de diferentes modos... eu quando estou muito tensa, triste ou com qualquer coisa martelando não produzo nada, nem pão sai direito...
    Mas a insônia me ataca vorazmente...
    Daí no outro dia nada produzo até o ciclo fechar, o problema ser resolvido...

    Mas quando as coisas vão bem, ai sim produzo... e os pães saem lindos, rsrsrs

    Espero que sua tormenta passe logo, mas posso falar ?
    Até nesses momentos seus textos são sublimes !!!

    Bjus 1000 querida

    ResponderExcluir
  32. É tão bom mexer na terra e nos acalma mesmo. Eu moro em apto, mas sempre que dá estou inventando trocas de vasos e flores. Adoro! beijos,chica

    ResponderExcluir
  33. Pessoas queridas, obrigada pelos comentários! Nossa, sinto-me enriquecida com essa interação, essa troca boa de experiência, de energia, de vida! Obrigada mesmo, de coração! Tenho me tornado uma pessoa melhor por conviver com vocês.
    Grande abraço e o carinho da
    Jussara

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)
Volte sempre!