Um conto

terça-feira, novembro 22, 2011 Jussara Neves Rezende 26 Comments

 

Branca de Neve

Pedia diariamente ao príncipe que lhe dissesse coisas bonitas e que a fizesse feliz. Ele achava perda de tempo dizer qualquer coisa quando podia tê-la em seus braços. Achava, por sua vez, que ela dizia tanto que o amava, mas ficava sempre muito fria quando ele a tocava. Um dia ela encontrou um anão que não tinha os belos olhos do príncipe, mas sabia dizer versos, apreciar cada curva do seu corpo e repetir, vezes sem conta, que ela era linda e que ele a queria. Não teve dúvidas: fugiu com ele.
 

 


Nota: Conto premiado com o 1º lugar no XVIII Concurso de Contos e Poemas das Faculdades Integradas de Ourinhos-SP, em 2001.

26 comentários:

  1. Querida Jussara,

    Parabéns pelo blog! Está mineiríssimo e maneiríssimo! :)
    Beijos e saudades,

    Flaviane

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Flaviane,
    Estava louca pra saber se ele estava conseguindo ser mesmo mineiríssimo como se propôs... rs
    Saudade!... Volte sempre...

    ResponderExcluir
  3. Fantástico!
    "anãozinho" esperto. Nada como gostar de poesias, saber recitar versos...
    Parabéns Jussara!
    Abraço!
    Mara Nobre - São Paulo

    ResponderExcluir
  4. Pena que não há muitos anões desse tipo por aí, não é mesmo? rs
    Obrigada por apreciar o conto...
    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. O conto mereceu o prêmio!
    Pequeno e eficiente, como o anão.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  6. Obrigada, Sylvio! Vc me fez rir muito ao comparar o conto ao anão: "pequeno e eficiente" ;)
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Lindo, gostei de ler, Jussara, parabéns!
    Pude ter uma ideia clara, do que é um conto, o que tinha dúvida, obrigada!
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  8. A-Do- Rei! Vibro muitíssimo com estas releituras dos contos de fada e, este teu mini-conto está soberbo.Sou fãzoca da quebra de paradigmas com elegância, Jussara.
    Bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
  9. Ju,

    Este conto me fez lembrar de um pianista anão chamado Michel Petrucciani, já ouviu falar dele? Foi um virtuose do piano e conquistou muitas mulheres bonitas e 'normais', rsrs. O conto é ótimo, curtinho e eficiente, rsrs.

    Beijoca!

    ResponderExcluir
  10. Olá Jussara,

    Premiação merecida.
    O conto está perfeito.
    Quem não cuida, dança, né não? Êita anão esperto e conhecedor da alma feminina-rsrsrs

    Parabéns!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  11. Toda mulher deveria ler. Vou indicar às minhas amigas...rs

    ResponderExcluir
  12. Amei!! Nem todo príncipe encantado é tudo que desejamos, e ele nem existe!hahahahahahahahaha!!!
    Mil beijos
    Cris
    http://criscriacoisas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Aaahh!! A sua Branca de Neve não era tola, não. Soube pôr de lado o príncipe dos belos olhos, trocando-o por um com olhos de ver, demonstrando que os homens não se medem aos palmos, e que o mais importante não é a beleza mas a atitude.
    E há tantos homens que desconhecem o caminho para o coração de uma mulher!
    Adorei, Jussara!
    xx

    ResponderExcluir
  14. Amei, rsrs...Sabe onde mora tal anão? rsrs...Se os príncipes soubessem o que faz feliz a princesa, os contos nem seriam tão necessários para sonhar...
    Beijos, Ana

    ResponderExcluir
  15. Adorei. O meu príncipe também é muito parco de palavras, para minha tristeza. Onde moram os anões deste mundo?
    Beijinho, um doce domingo
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  16. Amei. Beleza não é tudo... fato!
    Premiação mais do que justa. Parabéns!
    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Minha querida !!!

    Amei seu conto , mesmo que ainda saibamos que não existem muitos destes anões , eu ainda prefiro crer que eles se encontrem por perto !!!

    Parabéns pela premiação !!!
    Merecido !!!

    Beijinhos
    Deus abençõe

    Tudo Projetado Por Deus Relaxa ... Deus Tem Um Plano

    ResponderExcluir
  18. Arrasou no conto. O príncipe não sobe cuidar, dançou... Rsrs.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  19. Não tinha lido seu conto. Show! Merecida premiação, pois é atenção e carinho que mantêm o amor. Bjs.

    ResponderExcluir
  20. imagino que vc deva odiar essa parte do conto de Grimm.

    Qual é o seu nome?
    - Meu nome é Branca de Neve - respondeu ela.
    - Como é que você veio parar na nossa casa? - os anões quiseram saber.

    Então ela contou a eles tudo o que tinha acontecido, como a madrasta queria matá-la, como o caçador poupou a vida dela, como ela tinha caminhado o dia todo até que, finalmente, encontrou a casinha deles. Os anões disseram:

    - Se você tomar conta de nossa casa, cozinhar para nós, fizer as camas, lavar, costurar e cerzir as nossas roupas e deixar tudo bem limpinho e arrumado sempre, pode ficar morando conosco e nunca vai lhe faltar nada.
    - Que bom! - disse Branca de Neve - Eu ia adorar...


    ResponderExcluir
  21. Ri demais..rs.rs...Acho que estou sozinha porque ainda não encontrei um anãozinho desses..rs..rs..
    Bjo!

    ResponderExcluir
  22. Boa tarde amiga Jussara!!!
    (risos)
    E na vida real é bem assim, nem sempre os belos príncipes sabem fazer uma mulher realmente feliz!!!
    Parabéns!!!
    Feliz e Abençoada Tarde!!!
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderExcluir
  23. AMEIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII um milhão de vezes!
    Que príncipe que nada! (nunca tive paciência com esses príncipes)

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  24. Jussara.
    Bem merecido esse prêmio.
    Sou fã de sua criatividade sempre. E o anão virou príncipe.

    Lindo início de semana
    Beijos.

    ResponderExcluir
  25. Mereceste.Lindo conto.Valeu ler!!! bjs,chica

    ResponderExcluir
  26. Como você mesmo disse em um comentário acima...
    Pena que não existem tantos anões assim.
    Mas talvez eu ainda encontre um.


    AnaVi
    filhadejose.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)
Volte sempre!