Sentença - poema

segunda-feira, outubro 03, 2016 Jussara Neves Rezende 13 Comments




13 comentários:

  1. Também decidi dar finalidade às lágrimas ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o melhor que podemos fazer, Nadine. Autodefesa ;)

      Excluir
  2. Boa noite, Jussara, acho que
    o melhor veneno é viver...
    Felizes dias, abraços
    Maria Teresa

    ResponderExcluir
  3. Sentença fatal! Ficou linda! bjs, chica

    ResponderExcluir
  4. Chorar só resolve, se for para diminuir um pouco a pressão do peito. Depois disso, é caminhar pra frente e voltar a lutar bravamente!
    Beijos, querida amiga!
    Drica.

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. Se fosse só uma dor de cotovelo o 'homicídio" não se justificaria, Egléa, rsrs

      Excluir
  6. Forte...bom pensamento. Alivia o peito e nos faz tirar a pressão, tocar pra frente e tentar, tentar muito, fazer o mais difícil...perdoar!
    Beijos
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O mais difícil para mim não é o perdão. Perdoo fácil. Difícil é a libertação do que já não é... por isso a necessidade de "assassinar" esse sentimento, essa história. Para seguir em frente.
      Muito bom tê-la aqui, CamomilaRosa. Saudade!

      Excluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)
Volte sempre!