Marcador de páginas artesanal

segunda-feira, janeiro 18, 2016 Jussara Neves Rezende 22 Comments



Quando publiquei aqui um texto sobre o marcador de páginas que criei a partir do rosto de uma boneca de porcelana quebrada, a Edméia deixou um comentário no qual me oferecia um marcador criado por ela. Claro que lhe escrevi imediatamente garantindo meu interesse pelo presente, (risos).
Daí, ao voltar de viagem, no início do ano, me deparo com aqueles avisos de chegada dizendo que eu teria que procurar o “objeto” na agência X dos Correios ou ele seria devolvido ao remetente. Pensei imediatamente nuns livros que eu havia encomendado de uma livraria no Rio Grande do Sul e tratei de ir à procura. O envelope era muito leve, entretanto, e seu conteúdo (surpresa!) era o marcador de livros oferecido pela Edméia!
Artesã mineira (de Vespasiano), Edméia tem se especializado na criação de uma arte voltada para os deficientes visuais a fim de que, pelo toque, esses possam “ver” o trabalho artesanal/artístico. Além disso, a artesã pretende – especialmente com os marcadores de páginas – provocar uma reflexão sobre a questão do negro no Brasil, desde a chegada dos navios negreiros (quando os negros chegavam a ser marcados com ferro) até os dias atuais, momento em que o negro se conscientiza da necessidade de educar-se para realmente se libertar e marcar – agora de uma nova maneira  a nossa História:
“Só enfiados em meio às páginas dos livros, sejam eles de que temas forem, é que vamos nos libertar e marcar a História”, afirma Edméia, “desta vez com histórias bem sucedidas e vitoriosas. Não sem lutas, pois sem luta não há vitória”.
O marcador Eleassim, portanto, como a artesã o batizou, nasce negro e cheio de “atitude”. Aqui em casa já marca o início de minha nova leitura:


O artesanato cultural e pedagógico desenvolvido pela Edméia pode ser encontrado pelo Facebook sob a logomarca (mineiríssima) da artesã: “Ó Pocevê”*. Além dos marcadores você encontrará por lá brincos, chaveiros, bonecas e essas charmosas bonecas gorduchas que eu, particularmente, amei!



*Ó Pocevê – tradução para não mineiros: “Olhe para você ver”.



Beijo&Carinho,



Jussara


22 comentários:

  1. Que lindo,Jussara! Voltando após um período ausente, muito feliz chego aqui!Deixo beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Chica, pra você também!
      Muito feliz de tê-la aqui!

      Excluir
  2. Que bacana este presente!
    Lindo marcador cheio de personalidade e carinho, parabéns!!!
    E parabéns para a artesã Edméia!
    Beijos!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, CamomilaRosa. Também gostei muito. Gosto de objetos que contam histórias! :)

      Excluir
  3. Olá Jussara. Que lindo marcador de páginas! A Edméia está de parabéns pela criatividade e pela belíssima ideia de valorizar a cultura negra através do artesanato. Também amei o nome da Logomarca! Bem mineirês mesmo! E parabéns para você, que foi presenteada com este mimo gracioso!
    Beijos e feliz semana para você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Isabel! Também achei muito bacana a ideia da artesã de carregar de significados as suas produções!

      Excluir
  4. Uma graça bem diferente.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, também achei, Bell :)
      Muito bom tê-la aqui!

      Excluir
  5. Ju,
    Que marcador mais fofo esse que ganhou!! Lindo demais. E super criativo. E a história de como e para quem é feito esse artesanato é super válida. Parabéns!!
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Adriana. Amei o presente! E a ideia da artesã de imprimir significados às suas produções é muito bacana mesmo.
      Bom tê-la aqui!

      Excluir
  6. Uma peça linda, criativa e com significado. Já virei fã da Edméia e vou passar lá para conhecer o trabalho dela.
    Tenha uma linda semana! Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso, Ju! Você também é artesã. Estou certa de que irá gostar!
      Obrigada, querida, pra você também!

      Excluir
  7. Oi Jussara, é a Vi, vou lá conferir, dar uma 'olhadela'..kkkkkk
    O marcador é lindo e já vem com o diferencial de abrir horizontes.
    Muitos beijos,Vi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, Vi, o diferencial de abrir horizontes é muito importante. Sem falar que marcadores nunca são demais, não é mesmo?
      Abraço!

      Excluir
  8. Lembro desse seu marcador de páginas que ficou um amor! O marcador de páginas e as bonequinhas gorduchas dessa artesã são um amor!!

    http://doce-madreperola.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei até emocionada de você se lembrar do meu marcador de boneca de porcelana!
      As bonecas gorduchas não são ótimas mesmo?
      Abraço!

      Excluir
  9. Que lindo marcador. Por coincidência, o meu último post também fala de navios negreiros. É um peso muito presente na consciência coletiva, né? Acho o enquadramento do trabalho artesanal da Edméia maravilhoso. Parabéns a ela.
    Beijinhos, uma linda semana
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ruthia! Vou lá ver seu post ;)
      Abraço!

      Excluir
  10. Não conhecia o trabalho dela e fiquei encantada. Não se trata apenas do artesanato, que é muito belo, mas da função que lhe atribui, especial. Também amei as bonecas. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também achei o mesmo, Marilene. O sentido que a artesã atribui ao seu trabalho é muito bacana.
      Abraço!

      Excluir
  11. Ju que fofura!!
    Além de viciada em leitura, adoro marcadores com formatos e materiais diferentes :)
    Obrigada pela visita <3
    Beijos
    Regiane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom saber que você também gosta de ler, Regiane!
      Sempre muito bom tê-la aqui.
      :)

      Excluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)
Volte sempre!