Ler por prazer e Uma tag especial

sexta-feira, outubro 25, 2013 Jussara Neves Rezende 39 Comments


Sei de pouca coisa mais eficaz que as famosas “fichas literárias” para destruir o gosto pela leitura.  Sei também que tal afirmação pode soar como uma bomba, então me explico: todos gostam naturalmente de histórias e as crianças não são exceção. Como aprendem rapidamente que as histórias ficam guardadas nos livros, estes também são amados pelas crianças e muitas delas chegam a “enriquecê-los” com rabiscos coloridos, aparentemente sem nenhum sentido.
Nos primeiros anos do ensino fundamental esse amor ainda se perpetua: as crianças trocam livros entre si, leem vários ao longo do ano e gostam de repetir as histórias lidas para mostrar que as entenderam e dominaram. Já no ensino médio, leem por obrigação as obras que serão cobradas nos vestibulares e dizem odiar a leitura. O que acontece entre uma etapa e outra para que o amor experimentado se esvaia tão facilmente? As fichas literárias.


Tais fichas nascem com a pretensão de avaliar a leitura realizada pelo aluno e nesse sentido indagam sobre enredo, personagens, características da época em que foi escrita a obra ou características específicas do autor, etc. Entenda: todas essas questões são legítimas e a pessoa que realmente leu a obra será capaz de discorrer sobre elas, inclusive de ir muito além delas, pois o formato das fichas é quase sempre o mesmo e não inclui os voos da imaginação a que o leitor está sujeito quando se entrega ao prazer da leitura.


O problema está na intenção de avaliar. Não se avalia o prazer. Não devem existir prazos determinados para a leitura, nem um gênero ou ator específicos que devam necessariamente ser lidos, independentemente do gosto pessoal. Claro que a leitura dos clássicos deve ser incentivada, mas se a escola não consegue que seus alunos desejem por si sós essa leitura alguma coisa está errada. Se é preciso exigir que os livros que “vão cair” no vestibular sejam lidos e se são necessários cursinhos pré-vestibulares em que essas obras são explicadas pelo professor, tintim por tintim, a alunos que nunca chegaram a lê-las, então alguma coisa está terrivelmente errada.


A busca pelos clássicos da literatura universal deve ser uma evolução natural das leituras feitas pelo estudante que deve ser incentivado a descobrir o gênero literário que mais lhe agrada, os autores que prefere, bem como a escolher o tempo que dedicará à leitura e o lugar em que essa será feita. Há leitores vorazes, que devoram mais de um livro por semana; outros, bons leitores também, leem mais vagarosamente, embora com proveito igual. Aliás, não há como avaliar esse proveito: um gostará mais de tal obra, outro gostará de obra diferente.


Urge repensar a maneira com que os livros são trabalhados em sala de aula, pois é vital para o seu desenvolvimento – em todos os campos da vida – que o aluno leia. Mas o que é vital não é imposto, é natural como respirar.



 Obs.: As imagens que ilustram este post pertencem à Estante Virtual, o maior acervo de livros seminovos e usados do Brasil. Além de reunir em um só site livros à venda pelo país inteiro, a "Estante" tem um projeto bacana chamado “Ler com prazer”, que defende a leitura livre e libertadora que sugeri aqui.

Este post não é um publieditorial.

UMA TAG ESPECIAL
Elaborada pelo blog “De tudo um pouco”, esta tag me foi indicada pela Clarina Pereira, do blog “Relaxa... Deus tem um plano”.

Eu deveria, além de responder às perguntas, informar o blog que elaborou a tag e o de quem me indicou, além de sugerir cinco outras participantes. Minhas respostas estão abaixo, mas prefiro sugerir a quem se interessar que leve a tag livremente para o seu blog:

1.     O mundo seria mais feliz se...

... aquele preceito básico do cristianismo fosse seguido: amar ao próximo como a si mesmo e não fazer ao outro o que não deseja que lhe façam.

2.     Uma verdadeira amizade é realmente importante quando...

... você precisa de alguém para lembrá-lo de quem você é.

3.     Paciência e tolerância são para mim...

... essenciais para a vida em sociedade.

4.     Algo que me irrita profundamente...

... injustiça.

5.     Acho que as pessoas mais humildes...

... são mais sábias. As pessoas se vangloriam de nulidades.

6.     Quando o dia amanhece nublado...

... eu escolho um livro para ler e torço para que chova dias seguidos!

7.     Uma qualidade indispensável nas pessoas...

... respeito pelos outros.


Obrigada, Clarina, pela indicação! Amei participar!


Aos que aqui passam, ficam, voltam, comentam.... obrigada!
 

Abraço,
 

Jussara Neves Rezende

39 comentários:

  1. Oi Jussara, gostei da campanha ler por prazer. Eu fui vítima das fichas de leitura, mas nunca perdi o gosto, aliás, o vício de ler. Mas confesso que elas desestimulam bastante...
    Meu filho lê muito e na escola em que estuda eles fazem as Rodas de Leitura, onde todos compartilham as impressões do livro que estão lendo, o professor faz algumas perguntas intrigantes para o grupo, que estimula a querer continuar a ler...e assim vai...
    Ah! se no meu tempo fosse assim...
    Bjs querida e ótimo final de semana

    ResponderExcluir
  2. Jussara,ler é bom demais.
    Fico assustada qdo alguém diz
    q odeia ler. Sei lá.viajo sem sair
    do lugar.
    Bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  3. Oi Jussara,
    Na minha época de colégio li muitos clássicos, só que na época soavam como obrigação.
    Além da leitura escolhida por mim, os livros indicados pelo colégio eram obrigados gostando ou não.
    Depois que o tempo passou rs reli vários com outros olhos!
    Principalmente os que não me atraíram muito.
    A traça da família é a minha mãe, que sempre leu e com isso fomos no embalo.
    Já fui bem tracinha, mas em momento, a maioria dos livros foi trocado por livros técnicos e com isso diminui o ritmo.
    Estou lendo em passos lentos.
    O 'A menina que roubava livros' ainda está com a minha irmã...
    Ele está na meta de 2013 rs

    Gostei das suas respostas, a única diferença é quanto ao dia com chuva rs
    Sempre corri para os desenhos, a até hoje gosto de colorir o dia assim! Nas artes!
    bjs,ótimo finde!

    ResponderExcluir
  4. Jussara:
    A leitura, pra mim, sempre foi um enorme prazer.
    Aliás, aqui em casa, todos gostam e costumam ler.
    Pena que isso seja exceção, rsrssrsr.
    Concordo que a imposição acaba afastando os adolescentes da leitura.
    E depois os adultos repetem esse comportamento.
    Creio que a tecnologia é uma ferramenta muito útil para reverter esse quadro.
    Afinal os adolescentes não largam seus celulares, tablets, notebooks e afins.
    Talvez aí seja um caminho para que se desperte o gosto pela leitura.
    Vou publicar essa Tag no meu blog, ok.
    Quando liberar, eu volto pra te avisar.
    Bom final de semana.
    Bjs.:
    Sil
    http://meusdevaneiosescritos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. JU:
    Voltei, rsrsrsrs.
    Mas dessa vez é pra te avisar que já liberei e publiquei a TAG, ok.
    Bjs.:
    Sil
    http://meusdevaneiosescritos.blogspot.com.br/2013/10/mineirismo-rsrsrsrs.html

    ResponderExcluir
  6. Muito legal,Jussara e acredito que SÓ por prazer vale a leitura! Ler obrigados é dose. As escolas devem estimular esse prazer e citar autores , mas deixando os alunos livres pra escolher títulos deles, por exemplo.

    Gostei de tuas respostas e te conhecer mais! beijos,chica, lindo fds!

    ResponderExcluir
  7. Aprendi a ler quase sozinha (um dia conto esta história) e acho que já nasci gostando dos livros. Adolescente lia como fuga pois, era uma mocinha feia e qualquer evento social me deixava muito desconfortável. Nessa época, também descobri que cabecinhas ledoras podiam atrair alguns rapazes então, uni o útil ao agradável. Na maturidade usei todo tempinho disponível para ler e, ainda comprei muitos livros para serem lidos "quando eu me aposentar". Hoje, olho para eles com o olho bem comprido e sonho com tempinhos para concretizar os planos de leitura.
    Dias de chuva? São bons para bordar...
    Um grande abraço e bom fim de semana.
    Egléa

    ResponderExcluir
  8. Oi Jussara, maneiro este seu post! Eu adoro ler, e sempre que posso coloco no blog as ilustrações que fiz inspirados em livros que leio.
    Penso que a questão seja bem por aí como mencionou: que algumas escolas não avaliam o 'prazer de ler'. E achei, bárbaro quando disse que a leitura deve ser algo natural como respirar.
    Sabe, depois que descobri os ebook (epub) fiquei ainda mais fascinado pela leitura. Agora posso carregar praticamente uma biblioteca para onde eu vou.
    Grande abraço, saúde e paz.

    ResponderExcluir
  9. Apesar de hj em dia AMAR ler, e não conseguir viver sem livros, confesso que na época da escola torcia um pouco o nariz. Acho que a 'obrigação' da leitura tinha um peso bem grande... hehehe! Naquela época, ou pelo menos naquela escola, o "ler com prazer" não fazia muito sentido, infelizmente.
    Adorei suas respostas na TAG, viu!
    Bjns
    :)

    ResponderExcluir
  10. Oi Jussara.
    Não entendo como ainda tem pessoas que dizem não gostar de ler.
    Tomei gosto pela leitura quase sozinha. Meu pai sempre foi leitor assíduo de jornal e comecei acompanhá-lo nessas leituras, com o tempo comecei a descobrir os clássicos da literatura... leio pouco na minha opinião mas, o pouco que leio é com enorme prazer.

    super beijo

    ResponderExcluir
  11. Muy buen post Jussara ,, yo adoro leer y siempre que puedo lo hago ,, desde libros de historis hasta novelas

    ResponderExcluir
  12. Jussara querida
    Verdade! as crianças adoram ler, trocar livrinhos, desenhar as historinhas , fazer teatrinho e depois quando mais grandinhos abominam tudo. É um grande mistério, pois se antes adoravam, como passam a detestar? É geral.
    Sobre a obrigatoriedade dos livros, eu penso que as sugestões são necessárias, mas o método de pesquisa e de leitura deve ser enfadonho, pois a maioria não gosta desse tipo de "obrigatoriedade"
    Eu sempre gostei de ler, em demasia. Agora com o acesso aos blogs, tenho vários livros a espera, e não tenho um mínimo de vontade de ler. Sei que essa fase passará e depois haverá o retorno a eles. Mas por enquanto,... estou como os adolescentes franzindo a testa e a boca ao ver um livro. Quero me divertir e os blogs tem feito isso.
    beijos e um bom domingo
    Zizi

    ResponderExcluir
  13. Olá Jussara!
    Uma dissertação tão simples, interessante e proveitosa sobre O Prazer da Leitura, e sobre as questões que se põem no ensino secundário sobre a obrigatoriedade de leitura de certas obras, na adolescência, idade de máxima liberdade, em que o jovem ou já adquiriu anteriormente gosto pela leitura, e assim a leitura de qualquer obra poderá funcionar como um desafio, mas se não criou, a leitura obrigatória será sempre uma "seca" e não um prazer.
    Muito interessante também essa "Estante Virtual".
    xx

    ResponderExcluir
  14. Oi, Ju,

    Achei este post excelente, realmente há muito tempo que uma situação anômala, referente à leitura dos livros, vem sendo perpetuada em nosso país. Antes eu achava que isso era resultante das dificuldades que os estudantes encontravam para
    desfrutar do prazer de ler um livro: falta de tempo (devido à necessidade de trabalhar, por exemplo), falta de incentivo familiar, etc. Agora eu acho que o problema resulta muito das novas tecnologias, como a Internet, rsrs. De qualquer modo, segundo o meu ponto de vista, é uma questão que necessita de solução urgente. Gostei muito também das suas respostas à Tag, elas são idênticas às que eu mesma dei, rsrs.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  15. O meu filho está na fase do amor pelos livros, apesar de ainda não saber ler. A hora da história, antes de dormir, é de um prazer inegável para ele e para mim. Acho que esse amor também é cultivado em casa, se a criança sente o amor pelos livros do pai/ou mãe e tiver acesso a muitos livros, é mais provável que tenha curiosidade e vá experimentando até descobrir que tipo de leitor ele é.
    Excelente post. Quanto à tag, as suas respostas foram o que eu esperava de você, querida Jussara.
    Beijinho, um doce domingo
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  16. Jussara, no meu tempo de ginásio (faz tempo), éramos incentivados a ler um livro por bimestre. Foi nesse período que adquiri o gosto pela leitura e o tenho até hoje (mas tenho dificuldade pra ler, por falta de concentração, depois que tive depressão), mas leio, se não for livro, são blogs, textos, enfim, gosto de ler.
    E hoje quase ninguém o faz por comodismo. Está tudo esmiuçado na internet, tudo explicado que ninguém nem precisa pensar pra concluir. É só copiar e colar. Um horror! Tenho como exemplo meus filhos que não gostam de ler. Hoje meu menino está fazendo o ENEM. Mas não sabe fazer redação e nem quis aprender comigo. Riu na minha cara. Paciência... Não vou obrigá-lo. Mesmo eles me vendo ler sempre não adquiriram o hábito. Mesmo eu contando histórias não adquiriram... Nunca tive muito acesso a livros, e os que eu tenho não era adequado pra ler pra crianças. Enfim, é difícil, mas filhos não puxam tudo da gente. Sem falar que eles ouvem mais os de fora do que quem está em casa. Coisas que eu cansava de falar, sugerir, explicar.... e depois de anos, com alguém de fora falando, aí sim, eles entendem e até comentam comigo. Aí eu os lembro de já ter explicado e, claro, não se lembram. Fazer o quê?
    Querida, um lindo domingo e uma iluminada semana!
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. BOA TARDE, COLEGA JUSSARA!
    LER, É TUDO DE BOM, MESMO QUE SEJAM OS RÓTULOS DOS PRODUTOS DE LIMPEZA. KKKK
    ADOREI A TAG, SHOW DE BOLA. ADOREI CONHECER UM BOCADINHO MAIS DE VOCÊ. :)
    TENHA UM BOM DOMINGO E UMA LINDA NOVA SEMANA, MOÇA.
    ABRAÇÃO PRA VOCÊ! :)

    ResponderExcluir
  18. Jussara querida, que reflexão interessante você nos trouxe.Eu, quando mocinha li por prazer os clássicos brasileiros da literatura...dentre eles, A Moreninha, Don Casmurro,Inocência,Clarissa, O Ateneu...eu amava estes livros! Todos chegar, até mim, porque meu irmão casou-se e veio morar do lado de nossa casa, sua esposa tinha e tem muitos livros, entre eles vários clássicos.Ao vê-los em sua estante pedi emprestado e ela que me emprestava com prazer.No ensino médio, eu já havia lido todos os livros que a professora pedia e no vestibular para Pedagogia, em 1984,fui uma das primeiras colocadas, quando havia uma forte concorrência, eram 23 candidatos por vaga.Devo isso aos livros que não fui obrigada a ler,mas li por prazer.Minha filha ama ler e hoje está prestando o Enem.Teve que ler vários dos livros que eu já havia ler e, como eu gostou muito, a princípio estranho o jeito rebuscado e muito descritivo dos autores clássicos,,mas depois, pegou gosto.Acho que ler não pode ser obrigatório, ler tem que ser prazeroso.Sempre odiei fichas de leitura e atividades de compreensão de texto.Sou professora e fujo disso com os alunos.Eu lhes apresento os livros, dou dicas e pistas de livros interessantes para eles e ponto final.Todos gostam de ler.Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Jussara,
    Como é bom ler seus posts...
    Adorei a torcida para que chova mais...rs
    Beijocas.

    ResponderExcluir
  20. Jussara minha querida, obrigada pela sua visita, adorei viu!!!!Sempre! Bem, quanto a leitura, confesso que quando menina, lia por obrigação. Hoje adoro, sempre que tenho um momentinho livre estou lendo alguma coisa. Um dos meus programas favoritas é ir a uma livraria com café. Temos uma aqui na cidade ótima. Faz um café gosto e ainda posso ter a companhia dos livros. Nada melhor para um dia de chuva - que compartilho com você!
    Beijo grande minha querida,

    Denise - dojeitode.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Concordo ao falar sobre a importância da leitura essencial na escola. Tanto como enriquecimento pessoal mais para os cursos e concursos da vida.
    Gosto das tags pois nos possibilitam conhecer mais a blogueira.
    Abraços.Sandra

    ResponderExcluir
  22. Oi Jussara,
    Quando falam de leituras obrigatórias do ensino médio, me vem à mente José de alencar. Odeio, abomino José de Alencar e qse me torno uma não leitora por causa dele!
    Adorei a tag e suas respostas. Tb me irrito qdo vejo injustiças.
    Aproveite a semana.
    Bjs

    GOSTO DISTO!

    ResponderExcluir
  23. Felizmente não fui vítima das fichas. Só no vestibular tive que ler o que ia "cair". Lia livremente o que me vinha às mãos, primeiro a partir da pequena biblioteca escolar, depois a biblioteca pública. Lia até dicionário, sem direção, sem um plano de estudo. E assim descobri Manuel Antonio de Almeida, Raul Pompéia e Machado de Assis, entre outros grandes autores e fui formando o meu gosto. Lembro-me de quando comecei a ganhar algum dinheirinho: o prazer de comprar livros - inigualável. Ainda hoje "namoro" livros nas livrarias e sebos, e compro alguns. Abraços, Jussara. Quando estiver pronto, mando o meu livrinho pra você.

    ResponderExcluir
  24. Olá querida, adorei esse post, fantastic. Graças a meus pais sempre tive gosto pela leitura. Fiz Direito e ai me casei com o filósofo, então imagina quantos livros temos em casa né? rsrsrs
    Ah, quanto a tag, como agente deve fazer?
    Adorei seu cantinho e vou ficar por aqui..rs
    Bjos

    Ale

    http://www.odivinopano.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi, Jussara! Não fiz vestibular, nem nunca li por obrigação...Os livros me chegam pelas mãos dos filhos, presentes dados com a intenção de todos aproveitarem, pois já vem com a listinha de espera do empréstimo, rsrs...
    Super bacana te conhecer um pouquinho mais, através das respostas da Tag!
    Beijinhos e boa semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  26. Ju,

    Adorei o post.
    Eu sempre gostei de ler, passava horas lendo, me apaixonei pelo livros de uma série chamada Inspetora, li todos que tinha na biblioteca do meu colégio e depois da biblioteca municipal. Sou daquelas que lê tudo, bula de remédio como da foto de cima, rótulo de xampu, de creme dental, propaganda de político...rsrs...Mas me lembro com pavor das fichas literárias, odiava.
    Ah, fugindo do post, fiz o frango jeca e foi um sucesso, já me pedem prá repetir a receita.
    Obrigada por partilhar.
    Besitos e tenha uma ótima semana, abençoada.

    ResponderExcluir
  27. Em relação a cobrança da leitura,o problema não é tanto obrigar o aluno a ler, mas o que se faz com a literatura. Não há uma reflexão acerca da obra e a avaliação se limita a um resumo da história ou detalhes insignificantes sobre o espaço ou as personagens.

    Gostei muito das suas respostas da tag. :)

    ResponderExcluir
  28. Aqui em casa todos gostam de ler, acho que tivemos bons incentivadores e ótimos professores.
    Que legal te conhecer um pouco mais pela tag.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  29. Boa tarde Jussara!!!
    A forma que abordou a dificuldade dos adolescentes terem em ler livros fora muito válida.
    Aprendi a uns dois anos a tomar gosto pela leitura, e até esposo já viu a diferença, troquei a tempos novelas, por um bom livro...
    Gostei muito também de ler um pouco mais sobre você!!!
    Feliz e Abençoado Dia!!!
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderExcluir
  30. O titulo do post já diz "ler por prazer". E este prazer será alcançado se, no seu tempo e hora, tivermos acesso à leitura que cativa e prende para sempre. Conheci uma professora de física que no primeiro dia de aula distribuía aos alunos livros de vários estilos e temas. A cada troca de livro, o aluno ganhava pontos na matéria. E a explicação que dava para esta ciranda é muito verdadeira "se eles não souberem ler e interpretar um texto nunca conseguirão entender um problema da física". Ler é básico, é fundamental e deve ser incentivado sempre.

    ResponderExcluir
  31. sou viciada em leitura, acho que è meu único vicio rs
    ainda bem que è um vicio bom, porque se fosse ruim, seria difícil largar lo.
    alias tenho dois vícios,
    leitura e navegar no mundo virtual, as vezes os dois se sobrepõem.



    baci

    ResponderExcluir
  32. Passando para te desejar uma ótima quarta!!
    Abraços.Sandra

    ResponderExcluir
  33. Ótimo post!
    O incentivo a leitura deve ser feito desde o início, desde o ventre. Num mundo onde as pessoas querem tudo pra já, o interesse pela leitura tem diminuído, mas pela falta de paciência do que por qualquer outra coisa.

    ResponderExcluir
  34. É verdade Jussara, quando adolescentes, muitos já odeiam livros!
    Beijos

    ResponderExcluir
  35. Oi Jussara,
    Obrigada!
    Pois é, agora preciso encher a mala rs
    bjs
    Ótima noite e quinta!

    ResponderExcluir
  36. Jussara

    Como sempre elabora postagens de interesse a todos. As fichas de leitura realmente pouco estimulam os leitores e/ou estudantes. Para os vestibulandos não existe outra forma para prepará-los sem adoção dessa pråtica. Nada como pesquisar livremente ou através de indicação de alguém.
    Gostei demais das suas respostas da tag.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  37. Olá!!!, Deus seja contigo, tenha um final de semana abençoado, amiga tag muito boa goste SUCESSO AMIGA.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  38. Oi flor

    Super bacana sua postagem , amo a leitura e procuro transmitir aos meus filhos esse amor , graças a Deus já tenho visto resultados e desejo que se propague por muitos e muitos anos .
    Meu filho de 4 anos sempre pede para lermos a ele e ele muitas vezes pega seus livros e faz que está lendo ( uma graça me encanto ) minha filhota de 8 anos também gosta de ler e gosta que leiam para ela também amo amo !!!

    Amei suas respostas e esta aqui me encantou

    6. Quando o dia amanhece nublado...

    ... eu escolho um livro para ler e torço para que chova dias seguidos!

    Fiquei feliz por ter participado e gostado !!!
    Obrigada por participar !!!

    Beijinhos
    Deus abençõe

    Tudo Projetado Por Deus Relaxa ... Deus Tem Um Plano

    ResponderExcluir
  39. Cada um tem seu tempo, cada um tem seu gosto. Perfeito! Esta Tag eu gostei...
    Boa semana.
    Bjs.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)
Volte sempre!