"Chá das cinco", poema de Jussara Neves Rezende

quinta-feira, agosto 22, 2013 Jussara Neves Rezende 44 Comments



Quando minha bela Ângela ainda era este bebê risonho da foto menor (abaixo), fiz-lhe uns versos após uma gostosa brincadeira de casinha. Nunca mais os retomei e agora os publico na esperança de que a ingenuidade alegre que os fez nascer compense a falta de maiores recursos técnicos que o ritmo mal e mal marcado.


A verdade é que sempre que minha filha retorna à cidade em que estuda fico a imaginar maneiras de matar a saudade que passa a  fazer ciranda pela casa. Calharam-me hoje os versos como forma de a reter aqui.


  


 


 


As xícaras miniaturas junto de uma xícara de café em tamanho normal. Toalhinha de bandeja (usada como toalha de mesa) e aparador de xícara bordados por mim


Parede de um pequeno hall em que “moram” os patos


Nesta pequena estante, xícaras de café em tamanho normal



No armário, a pequenina coleção


RECADO:
Aos que aqui chegam, aos que aqui ficam... muito obrigada pela companhia!
Estou envolvida em um trabalho grande de revisão/adequação de texto, razão para o meu sumiço por alguns dias... Volto assim que possível, sim?
Abraço, 
Jussara Neves Rezende

44 comentários:

  1. que chá gostoso amiga adorei as miniaturas e o bordado combinando um encanto, na verdade o post todo ta lindo parabens bjs!

    ResponderExcluir
  2. Que amor as miniaturas e adorei o poema e convite para o chá com tua filha! Um amor! beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Olá Jussara. Saudades de vir por aqui, amiga. Olha, que post lindo!
    Que maravilha de miniaturas.....e o poema ...quanto significado para uma meninininha que hj é uma linda moça. Parabéns por tudo!
    Beijos, amiga. Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  4. TERNURA é o nome! Ainda que abstrato, nada há de tão concreto.
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Que fofo... adoro esses detalhes.
    sabe que tenho um armariozinho quase igual ao seu... só que no meu guardo mini porta retratos. vou fotografar pra mostrar.
    QUE FILHA LINDA! uma boneca. e os versos então... é muito amor.

    ResponderExcluir
  6. Oi Jussara,
    amei o poema e as fotos. Fiquei com vontade de tomar um chá destes com minha filha tb.
    Tenha um ótimo restinho de semana.
    Bjs

    GOSTO DISTO!

    ResponderExcluir
  7. Jussara que lindo poema ,, y que preciosa su hija ,, lindo post , me hace pensaren como crecen tan rápido nuestros hijos
    Cariños

    ResponderExcluir
  8. Oi Jussara,
    Que poema delicado, muito meigo :)
    Sua filha é linda, como são parecidas!
    Sorriso, olhar...muito mesmo!

    E que linda a louça miniatura, e o bordado.
    Legal ter a louça ' de verdade' e a 'de mentirinha' rs com o mesmo motivo!
    Adorei a parede com patinhos de todos os tamanhos.

    Bom trabalho!
    bjs
    Ótimo dia!

    ResponderExcluir
  9. Esta parede, onde repousam preciosidades, me fez lembrar um portal para um mundo de lembranças encantadas. Abre-se a porta do armariozinho miniatura e uma fadinha, Angela, começa a bailar pelo ambiente...
    Ler este post foi um momento de encantamento e ternura.Obrigada!
    Linda, linda, linda a Angela!
    Um abraço!
    Egléa

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde amiga Jussara!!!
    Que delicadeza você com sua filha...lindas lembranças...poema delicado e lindo.
    Adorei suas xícaras!
    Bom estar de volta...espero que por mais tempo...
    Deus lhe abençoe sempre e muito, mas muito obrigada mesmo por seu carinho de sempre...
    Te gosto muito!!!
    Feliz Semana...
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderExcluir
  11. Que lindoooo.. chorei :(
    Te amo demais, Maezinha. Vc eh a melhor!

    ResponderExcluir
  12. Oi Jussara como sua filha esta linda e que bom para ela ter uma mãe escritora que lhe faz versos e poesia, avida dela com certeza é mais bela por isso, te admiro muito amore.

    Quando planejei o sorteio da caneca sem regras para a primeira chance lembrei de vc e uma outra seguidora que tb não tem facebook e por isso não participava, nada mais justo para vocês que sempre me deixam um carinho em forma de comentário la no blog ter a mesma chance que as demais

    bjs

    Gélia

    ResponderExcluir
  13. Querida Jussara, sua filha é bela, a minha tbém estuda fora por isso entendo suas palavras, adorei as miniaturas, quanta delicadeza! Desde já deixo um abraço por que tbém ficarei ausente, vou viajar, voltarei ao blog em meados de Setembro! Bjinhossss

    ResponderExcluir
  14. O minha linda, que lindo poema !!Quanta delicadeza em suas palavras!!As mini xícaras são muito fofas!Sua filha deve ter muito orgulho de você!Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Tudo bem?
    Fiquei encantada com a delicadeza do poema, bonito e simples como as crianças.
    O conjunto todo das canecas e seus cantinhos, uma preciosidade e os paninhos em ponto cruz...Tudo de bom!

    Mimoso d+ ...Saudações do primaveril

    ResponderExcluir
  16. Oi Jussara,

    Emocionante seu post, tudo muito delicado! É suspirante...

    Bom fim de semana!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. A sua filha transformou-se numa linda mulher. Com certeza, carrega com ela esses momentos de ternura que partilharam na infância. Parabéns por essa cumplicidade.
    Beijinho e um doce fim-de-semana
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  18. Amiga Jussara:
    Lindo!!!
    Eu sempre tive minha filha aqui, na "barra da saia" ... mas meu filho ficou 5 anos estudando arquitetura na USP e mais 3 fazendo estágios em São Paulo.
    Sei como é essa saudade!
    Eu também tenho uma xicrinha com esse desenho de marreco.
    Posso copiar para meu blog (com os créditos, claro!). Abração e obrigada por compartilhar.

    ResponderExcluir
  19. Oi Jussara,
    que alma poética nessa escritora de Minas!!!
    Lindas as xícaras e os marrecos; e a tua filhota? uma tetéia!
    Boa sorte no teu trabalho!
    Bjkas
    Mila

    ResponderExcluir
  20. Oi Jussara
    Adorei. Muita ternura e requinte aqui.
    A sua filha é linda e parece muito com você.
    Aguarde.

    Lindo final de semana
    Bjs.

    ResponderExcluir
  21. muito doce esse seu poema.
    que linda moça você cresceu.
    imagino como deve ser difícil desapegar dos nosso filhos,
    o meu ainda esta pequeno (6 anos)e quando esta na escola fico morrendo de saudade.
    mas os filhos a gente cresce para o mundo.

    baci

    ResponderExcluir
  22. Oi Jussara,
    vim lá da Elisa e confirmo todos os elogios que lhe foram feitos.Tua alma poética encanta nos versos o que lhe sobeja:sensibilidade.
    Tua filha me parece vc mais jovem,linda,linda.
    Sou apaixonada por patos selvagens.Tenho dois quadrinhos na cozinha.
    Bom fim de semana.
    Bjos,
    Calu

    ResponderExcluir
  23. Jussara, que belo poeminha e que bela miniatura, tão lindinhas as peças, sua princesa deve ter se encantado pelos dois. bjossss

    ResponderExcluir

  24. Olá Jussara,

    Estou vindo da Elisa, que fez excelentes referências a você.
    Dei uma breve olhada em seu espaço, mas já foi suficiente para constatar que a Elisa não exagerou na sua apresentação.
    O poema é um encanto, assim como os trabalhos artesanais.
    As xícaras miniaturas são fofas demais.

    Parabéns pela linda filha.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  25. Oi, Ju!

    Vou por partes: O poeminha é adorável e a Ângela deve ter gostado muito dele, né? rsrs. A Ângela, por sua vez, é linda, parabéns por esta bela filha! O joguinho de xícaras é muito meigo, temos também um joguinho parecido com este aqui em casa, mas acho que ele não é tão mimoso. Achei interessante que você tenha xícaras normais iguais às em miniatura, rsrs. Os seus bordados também são perfeitos, que moça prendada você é! rsrs. Resumo da ópera: este post resultou doce, carinhoso, e cheio de imagens belas!

    Um beijo e boa noite (espero que o seu trabalho esteja fluindo e rendendo, rsrs).

    ResponderExcluir
  26. Amada estou passando para desejar um abençoado Domingo.
    Beijos no seu doce coração ,Evanir.

    ResponderExcluir
  27. Jussara estou batendo na porta mas percebi que esta entreaberta então vou entrando e conhecendo esta bela casa, recheada de lindas postagens, os poemas que li são de tirar o chapéu, vim da casa da amiga Elisa T Campos, lá ela publicou alguns poemas seus e fala de seu livro, como gostei muito vim te conhecer, e nem precisa dizer que adorei, uma moça muito bela sua filha, um poema leve e gracioso e adorei as miniaturas do jogo de chá, parabéns beijos Luconi

    ResponderExcluir
  28. Olá Ju, bom dia! Eu adorava brincar de chá de vento com miniaturas quando era criança, mas confesso que este jogo é muito chic, lindo!
    Adorei!
    Beijos e te desejo uma ótima semana...muita paz!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  29. Oi Jussara, que prazer conhecer a ti e a teu blog. Vim através da amiga Elisa do Pintando Haikai.
    Você escreve sutilezas, minha neo amiga e enleva meu coração através do teu lirismo (muito particular), que eu apaixonei.

    É sua filha aquela moça lá na foto? Ela é modelo? Linda demais.

    beijos, bom domingo e bom trabalho!

    Lu C.

    ResponderExcluir
  30. Oi Jussara
    Que linda sua ângela! tanto como criança, como agora, se tornou uma linda moça.
    Dá saudades mesmo, a minha tem 20 anos e sinto falta daquela menininha tão pequena e falante da casa.
    Lindo poema!

    Bjos

    ResponderExcluir
  31. Oi colega, Jussara!

    Vim do blog da Elisa, que tanto a enalteceu. Afinal, corresponde, apenas e só, à verdade.

    Sou Professora de Português, e amo ensinar.

    Sua filha é linda. Os versos, que lhe fez são bem carinhosos.

    Chá e patinhos, combinam muito bem. Também, por aqui, há muita arte e bom gosto.

    Boa semana.

    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
  32. Minha amiga quantas saudades a gente sente dos blogs das amigas.
    Eu por estar com problemas de saúde quase ñ consigo fazer
    visitas de vez em quando venho ao encontro das amiga e matar um pouco das saudades.
    Uma semana abençoada beijos , Evanir.

    ResponderExcluir
  33. Que carinho, que amor tão lindo e os detalhes que ficaram marcados para sempre.

    ResponderExcluir
  34. Que lindo, Ju! Adorei o poeminha e as miniaturas...
    Beijinhos e boa semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  35. Oi Jussara, é a Vi, filha linda, tem sua boca..talvez tenha mais traços iguais, mas os lábios são marcantes.
    Amei as miniaturas,muito delicada.
    O poema esta perfeito.
    Muitos beijos,Vi

    ResponderExcluir
  36. OI JUSSARA!
    VENHO LÁ DA ELISA, LI ALGUNS DE TEUS POEMAS DIVULGADOS POR ELA E OS ACHEI LINDO.
    CHEGANDO AQUI, VEJO ESTA HOMENAGEM CARINHOSA QUE FAZES A TUA LINDA FILHA E DE TEU ORGULHO E SAUDADE. QUEM É MÃE SABE DO QUE FALAS.
    ABRÇS, BOM TER VINDO AQUI.
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  37. Isto que chamo de bênção das boas.
    Arte nas mãos e na cabeça a poesia.
    Minas se orgulha a cada suspiro de suas criações.
    Um carinhoso abraço mineiro Jussara.
    Engraçado que faz tempo que não passo por aqui.
    Mas já está nos favoritos e feed.
    Inté mais conterrânea.

    ResponderExcluir
  38. Encontrei seus versos no blog da Elisa e me encantei. Vejo que seu talento é elástico (rss), vai das letras ao artesanato. Parabéns!!!!! Sua filha é um encanto. Bjs.

    ResponderExcluir
  39. Qta delicadeza!
    Em suas palavras, nas xícaras, no bordado.
    Sua filha é sua cópia... linda!!!!
    Bjns
    :)

    ResponderExcluir
  40. Que delícia de post, tão terno e tão amoroso. Além de lindas imagens, fiquei encantada com as miniaturas.
    Bjo,

    Luciana

    ResponderExcluir
  41. Jussara,

    Que grata surpresa encontrar seu blog, na verdade devo agradecer a Betty Gaeta, foi sugestão dela. Sua postagem me remeteu ao passado, ao tempo em que me deliciava com o chá da tarde em companhia de minhas meninas. Como era bom, Quanta saudade despertou em meu coração... Naquela época era tão mais simples ser feliz!

    Denise Kirsch - dojeitode.blogspot.com

    ResponderExcluir
  42. Quanta doçura, Ju! Do chá, dos beijos, do poema-presente. Lindo!

    ResponderExcluir
  43. Lindo poema Jussara e muita delicadeza em todo o trabalho seja ele no mundo das letras ou do artesanato. Grande abraço!!!
    www.arquitrecos.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)
Volte sempre!