Ex-libris e simbologia

Ex-libris e simbologia

Nascido das mais diversas técnicas, da combinação
delas e, modernamente, de recursos digitais, os ex-libris costumam apresentar uma frase e/ou uma imagem que
expresse(m) o espírito do dono dos livros, seu temperamento, preferências
pessoais – que seja(m) a “cara” dele.

 Eles podem ser coloridos ou em preto e branco, surgirem
de uma colagem, de pintura em nanquim ou aquarela, fundirem fotografia e
desenho… as possibilidades são infinitas e a variedade de técnicas para se
chegar ao selo final tornam o ex-libris
escolhido único e precioso.

Alguns ex-libris
são encomendados a artistas, outros nascem das mãos da filha do bibliófilo
(como o de José Mindlin), outros, ainda, são desenhos do próprio colecionador
de livros que – ainda que não seja um grande desenhista – sabe bem os caminhos
trilhados pelo próprio coração e o que deve grafar para revelar isso.

 Importa, depois de criada a tela, digitalizá-la e,
escolhido o tamanho desejado para o selo, prepará-los para a impressão:

Eu amo minha casa e os livros que nela se espalham.
Meu ex-libris deveria expressar isso.
Como a casa é alta (tem 34 degraus, sem contar os da entrada) e como nela eu me
“escondo” do mundo (como os prisioneiros, os poetas e os loucos) eu a chamo de “torre”
e, nela, torres de livros esperam o
momento da leitura, do registro, da acomodação nas estantes:
Minha biblioteca fica no alto – janela de cima, à esquerda
Bem em frente à casa passa um ribeirão, chamado
Jacutinga, e mais adiante, se olho à direita, vivem há séculos as montanhas de
onde vem a chuva e para onde o sol caminha ao entardecer:
Torre, livros, riacho e montanhas – minha paisagem
diária – precisavam compor o meu selo. A lua, minha companheira de noites
insones, sua luz e a luz da minha biblioteca a iluminarem as madrugadas, também
não poderiam faltar. Foi assim que cheguei ao ex-libris:
No alto da torre de livros pequenos volumes simulam asas… os livros, lidos, asas conferem, fazem voar!
Usei grafite (6B) e papel branco comum; digitalizei e imprimo em vergê
A4 marfim.
Para os colecionadores, a presença de um ex-libris valoriza muito um volume,
consistindo numa pequena obra de arte dentro de outra (o livro). Além disso,  o ex-libris
evita a desvalorização do exemplar com assinaturas desnecessárias em várias
páginas, capa, lombada…
Se você fizer o seu não deixe de me contar, sim?

 

Comente, comente, comente… vou amar!

Beijo&Carinho, 

Jussara

Referências:



14 thoughts on “Ex-libris e simbologia”

  • UAU! QUE CHIQUE FICOU TEU SELO, DONA MOÇA!
    ADOREI!!!
    QUANDO LI "EX-LIBRIS", PENSEI EM EQUILÍBRIO, EM LATIM… KKK ACHEI QUE ERA ISSO. NUNCA VI NEM OUVI ESSE TERMO! 🙂 Ô, CAIPIRA! KKKKKKKKKKK
    COLEGA… POSTEI UMA BRINCADEIRA PRO DIA DAS MÃES NO MEU BLOG. VENHA PARTICIPAR! CONTO COM VOSSA PRESENÇA, HEIN?
    TENHA UMA LINDA NOVA SEMANA! 😉

  • Amigos, verdadeiros são para sempre, porque
    quando dois corações se unem, formando um só,
    DEUS se manifesta ali, através do amor
    e o amor é mais forte que a morte,
    não importa a distância,
    no coração estarão sempre perto.
    não importam as diferenças.
    Sempre haverá um ombro para recostar,
    mãos para ajudar,olhos para enxergar e chorar de alegria e dor,
    bocas para expressar as verdades e sorrir.
    Os bons amigos são como estrelas
    você nem sempre as vê, mas você sabe que sempre estão lá.
    Esta é a maior responsabilidade de nossa vida
    e a prova evidente de que
    duas almas não se encontram por acaso.
    Por tudo isso e muito mais eu digo
    Deus abençoe nossa linda amizade
    Deus abençoe por estar sempre de mãos estendidas
    nos momentos em
    mais preciso de afago e carinho.
    Linda seja sua semana beijos no seu coração
    caricias na sua alma linda e generosa.
    E 1 de Abril ,mais carinho meu e amizade é para sempre não é mentira..
    Evanir.

  • Mas ficou muito chique!!!
    Queria fazer um pra mim também, mas como minha cabeça anda, amanhã já me esqueci…..

    Uma ótima semana, Jussara!
    Espero que sua Páscoa tenha sido abençoada!

    Beijos

  • Olá Jussara, tudo bem?

    Vim retribuir sua visita e seu carinho…..!!!!!
    O Doraemon é um Gato Robótico, e pra falar a verdade também não sabia, somente agora que fui pesquisar para tirar minha dúvida e poder te falar exatamente que bichinho que era. As vezes eu vejo o personagem e faço e nem sei bem o que é, kkkkkkk, é que vi ele e gostei, e foi que acabei fazendo. Mas isso serviu de lição pra mim, pesquisar nunca é demais……kkkkkk….

    BJS e ótima semana!!!!!!!!

  • Que legal, Jussara! Nunca me ative a este detalhe, nem sabia o que era ex-libris. O seu ex-libris ficou do seu jeitinho, ou como você mencionou no início do texto, "com a sua cara". Aliás, você tinha tudo ao seu redor para que pudesse criar o seu lindo ex-libris, uma bela paisagem e um castelo ou uma torre para os seus livros. Adorei! Meu abraço carinhoso, Eunice Maria.
    efacilserfelizartesanais.blogspot.com
    [email protected]

  • Estou deixando um carinho pra você:
    “Não faças do amanhã o sinônimo de nunca, nem o ontem te seja o mesmo que nunca mais. Teus passos ficaram. Olhes para trás… mas vá em frente, pois há muitos que precisam que chegues para poderem seguir-te”. Charles Chaplin.
    Beijo, Eunice Maria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *