Sobre bonecas de papel

Sobre bonecas de papel
Num
livro delicioso, em que narra as aventuras de sua família como pioneira na
colonização dos Estados Unidos, Laura Ingalls Wilder conta que, na ausência de
brinquedos, ela e suas irmãs brincavam com os botões que a mãe juntava num
vidro ou recortavam de revistas figuras de meninas para as quais faziam roupas
de papel.
Amei
ler isto, eu mesma fascinada pelo pote de botões que minha mãe guardava junto
da máquina de costura e pelos “figurinos” – publicações que apresentavam croquis com a moda da estação.
Depois que a revista era utilizada para
inspirar a criação de algum vestido eu era autorizada a recortá-la: escolhia os
desenhos mais charmosos e recortava vestidinhos das outras figuras para comporem
o guarda roupa da boneca que elegera. Claro que nessa época as bonecas de papel
já eram comercializadas nas bancas de jornal, mas no interior nem sempre
chegavam com facilidade e nunca eram bastantes para o meu desejo.

Eu
fui uma menina quieta, que brincava de boneca por horas, sempre muito cuidadosa
e organizada. As bonecas de papel guardava em envelopes nos quais escrevia seus
nomes, junto das respectivas roupinhas. Quando, depois de muito brincar, o
pescoço da boneca começava a pender para um lado, fazia um reforço com
cartolina e cola. A boneca sobrevivia.

Depois
de tantos anos ainda tenho a maioria das bonecas que povoaram a minha infância,
meus livros de ilustrações coloridas e até algumas das bonecas de papel com as
quais minha filha também brincou.

Foi
uma alegria reencontrar as bonecas de papel na Internet e descobrir outras pessoas que as amaram, que ainda amam e colecionam esses brinquedos
ingênuos e doces que, espero, ainda farão parte da meninice de alguma neta que
eu tiver.

Esta é uma das muitas bonecas que a Rosa Freitas me enviou por e-mail , acompanhada de sete páginas com roupinhas para várias ocasiões. A Rosa é dona de um blog mágico, cheinho de bonecas de papel para todos os gostos. Você se cadastra e recebe vez por outra um fragmento de infância. Daí é só colecionar numa pasta virtual ou imprimir e guardar numa caixa cute como a minha, ou preparar algumas numa caixa graciosa e presentear uma sobrinha querida ou uma afilhada ;D
Comente, comente, comente… vou amar!

Beijo&Carinho,

Jussara
  


26 thoughts on “Sobre bonecas de papel”

  • Oi, Ju,

    Voltei ao passado com este post! rsrs. Também brinquei com essas bonequinhas e achava muito divertido poder mudar as roupinhas delas, rsrs. Fiquei impressionada com o seu capricho, as bonequinhas estão super conservadas, eu não guardei nenhumazinha sequer, rsrs.

    Um beijo e boa tarde, querida!

  • Fiquei arrepiada qdo vi a foto da caixa com as bonecas, nossa, eu brinquei muito tbém, amava recortar colocar as roupinhas, brincar, poxa, que lembrança boa vc me despertou agora, coisas que eu já havia me esquecido, que encanto, adorei Jussara, não sabia que elas ainda existem! Vou mostrar esse post para minha filha! Valeu! Bjooooss

  • Você é fã da Laura???????? Entre na comunidade Laura Ingalls do brasil do facebook!! eu já até convidei umas lauretes para brincarem aqui comigo! fiz a comida do Almanzo em o Jovem fazendeiro, sou alucinada por ela, tanto que minha personagem mais famosa se chama Laura. E Á beira do riacho é o meu livro predileto. Tenho tambeém a série Os Pioneiros e os dois filmes feitos sobre ela.
    E muuuitos livros sobre ela. E também sou louca por boneca de papel. Baixo tudo que vejo na rede, meu arquivo é imoral de tão grande.

  • Ah! eu tenho as bonecas de papel da laura Ingalls também. Vem con cenáriohttp://www.amazon.com/Book-Little-House-Paper-Dolls/dp/0694006386/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1354742576&sr=8-1&keywords=laura+ingalls+paper+dolls

  • Oi Jussara!
    Que lembrança linda que você me trouxe.
    Fazia exatamente isso, as roupas em envelopes, desenhava muitas roupinhas e fazia o reforço no pescoço.
    Lembrei de uma época muito boa da minha infância.
    Linda a sua coleção!!!
    Eu conheço esse blog, fiquei fascinada quando encontrei e assinei logo o Feed.
    bjs

  • Boa noite, Jussara. Ai que vontade de ler este livro….Sou fascinada por coisas antigas. Vc é mesmo organizada com as coisas, ainda guarda suas bonecas de papel da infância…
    Minha irmã é que era uma menina que gostava de brincar de bonecas fazendo roupinhas. Ela desenhava as roupas e depois cortava o tecido e costurava.
    Ainda hoje ela gosta de desenhar roupas. Antes de casar, ela trabalhou numa loja desenhando roupas e ela nunca fez curso de desenho e moda.
    Lindo post, Jussara. Parabéns!

    Beijo no coração.

    Isabel Ramalho

  • Olá Jussara, tudo bem?

    Como sempre seus posts meche com o mais fundo da alma e do coração, e esse não seria diferente.
    quanto eu brincava com as Bonequinhas de papel, era o máximo, e sem contar que a gente dava valor para isso, agora hoje em dia as crianças tem de tudo e nem se quer dão valor.
    na minha infância os valores eram outros, que delícia poder matar as saudades da infância, e você sempre consegue atingir isso com a maior facilidade, e por isso dou os parabéns, que é muito bem merecido e tenho você como uma amiga especial mesmo……..

    BJS!!!!!!!!

  • Oi Ju tudo bem querida !!!

    Amei sua historia com as bonequinhas de papel e sua delicadeza e cuidado para com as mesmas ( especially your box , loved )
    Postei o sorteio em meu blog ok
    Beijinhos
    Deus abençõe

  • Querida Jussara, me fez retornar à infância…Bateu depressa meu coração, ao ver essas bonecas que vc coleciona! Brinquei muito com elas, foram companheiras de muitas horas felizes…
    Obrigada pelo post tão lindo!
    Bjs,Ana

  • Olá!
    Amei tudo!
    Voltei no passado, na casa dos meus pais, no quartinho de brinquedo embaixo da escada e tudo mais. Eu adorava essas bonecas, e também gostava de recortar figuras de perfumes e cosméticos na revista do Avon e brincar de vender. Uma boa lembrança nessa época de Natal…ficaria horas conversando com você sobre muitas coisas da infância.
    Saudações natalinas

  • Olá Ju! Vi minha infância retratada nesta postagem, pois também brincava com essas bonecas graciosas…amava! Dia desses recortei várias bonecas de papel para minha netinha, ela ficou encantada e brincou bastante, conversava com elas…foi tão gostoso apreciar e compartilhar com ela aquele momento. Parabéns pela bela postagem!!!
    Bjssss *_*

  • Ju, como você é cuidadosa.
    Quando criança íamos a SP, e não levava brinquedos.
    Dentro de uma kit net,com 2 crianças, a solução minha mãe comprava essas bonecas.
    Como brincava com isso, horas e horas.
    Quanto ao rolinho de papel,eu tentei com o do papel higiênico e ficou torto também.
    Depois fiz com o do rolo de filme plástico,achatei prá depois cortar,deu certo e ficou o formato das folhas ou pétalas.
    Besitos

  • Oi Ju, tudo bem? Saudades!!!!
    Eu não brinquei com estas bonecas de papel, mas eu desenhava meninas e recortava roupinhas para elas… hoje em dia falta criatividade e imaginação nas brincadeiras das crianças… tudo já vem pronto… uma pena!
    Beijos,
    Pri

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *