Mimos para os filhotes

Mimos para os filhotes

Minha
filha está desde o início do ano a morar em São Paulo e seus finais de semana são
normalmente comprometidos com provas simuladas preparatórias para o vestibular.
Nem sempre é possível, em razão disso, fugir para Minas e para o aconchego do
colo da mãe e da casa que a viu crescer.
Falamo-nos
diariamente pelo telefone e lá pela quarta-feira da semana passada ela disse
que viria. Pediu que eu transmitisse à avó (minha mãe) seu desejo de comer a Torta
de Limão que esta faz muito bem. A mim pediu uma Torta de Liquidificador e
Enroladinhos de Salsicha.

Não
tive tempo de fotografar a Torta de Liquidificador, pois ela foi levada para a
casa de minha mãe, tão logo saiu do forno, e devorada a seguir. A massa é leve
e muito saborosa e você pode fazer o recheio que quiser. Eu usei sardinhas,
ervilhas frescas, tomates e azeitonas. Estava muito boa e quando for fazê-la
novamente prometo postar aqui fotografia e receita, sim?

Quanto
aos Enroladinhos de Salsicha, reservei metade da receita pronta para que ela,
já em São Paulo, pudesse garantir um gostinho de casa. Ontem ela me telefonou contando
que os pãezinhos fizeram o maior sucesso com sua colega de quarto que está
seriamente preocupada com a possibilidade de engordar quando visitar Minas
(risos).
Transcrevo
abaixo a receita que uso; a massa é muito levinha, a ponto de já ter sido
comparada à de esfiha síria. Eu a uso para todos os tipos de pães recheados que
costumo fazer: com presunto e queijo, salaminho, frango, linguiça, carne moída,
legumes…

 

Massa básica (e
sem erro) para pães e Enroladinhos de Salsicha
Se você já tem uma receita boa, na qual confia,
pode usá-la para fazer os Enroladinhos
 
Ingredientes
2
colheres (sopa) de fermento de padaria
1
xícara (chá) de leite morno
3
colheres (sopa) rasas de açúcar
+
ou – ½ kg de farinha de trigo
2
ovos
1
colher (café) de sal
1
xícara (não muito cheia de óleo)
 
Modo de Fazer
Numa
tigela (eu uso uma pequena bacia de alumínio) faça uma mistura com os três
primeiros ingredientes mais ½ xícara de farinha de trigo. Espere crescer o
fermento; leva uns 10 minutos (eu costumo colocar a bacia com a mistura dentro
de um saco plástico e depositá-la numa mesa que tenho no quintal, ao sol. A
mistura engrossa rapidinho formando o que os culinaristas costumam chamar de “esponja”.

Pronta
essa etapa, adicione os ovos, sal e o óleo. Mexa bem e vá acrescentando farinha de trigo aos poucos até soltar das mãos e ficar uma massa macia. Sugeri ½ kg de farinha
de trigo por excesso de zelo, mas nem é necessário tanto. Eu uso o mínimo de
farinha possível para que, prontos, os pães fiquem bem levinhos, mas é necessário
que a massa não fique grudenta, nem dura demais. Tem que ceder ao toque, bem
mais fofinha que massa de modelar. Cubra com um pano de copa (ou saco plástico)
e deixe descansar enquanto prepara o recheio. Abra, então, a massa com um rolo
numa superfície enfarinhada e recheie seus pães. Rende aproximadamente 6 pães
de tamanho médio. No caso dos enroladinhos de salsicha, faça tiras de mais ou
menos 4 cm de largura e enrole ali as salsichas preparadas.

 

Recheio de
Salsicha

Ingredientes
2
latas de mini salsichas, próprias para petiscos
Vinagrete 
 

Modo de Fazer
Abra
ligeiramente a mini salsicha e coloque ali dentro um pouquinho do vinagrete.
Quase nunca dá para ser mais que um ou dois pedacinhos de tomate, ou um
pedacinho de cebola e cheiro-verde. É possível usar as salsichas sem o
vinagrete, mas este aviva o sabor da salsicha e os pãezinhos ficam mais
saborosos. 
Enrole,
então, as mini salsichas com o pouquinho possível do vinagrete nas tiras de
massa de + ou – 4 cm e acomode os enroladinhos em 2 assadeiras grandes untadas,
separados uns dos outros por pelo menos 1 cm. Se a sua tira de massa de 4 cm
estiver muito comprida, corte-a pela metade para que o enroladinho não fique
muito “massudo”.
Pincele
os pãezinhos (rende aproximadamente 40) com gema de ovo e leve para assar em
fogo moderado. Estarão prontos quando estiverem dourados:
 


 
Meu
filho chegou em casa com belos morangos e estes viraram o Bolo de Morangos das fotos abaixo, cuja receita já compartilhei
aqui:

 

 
 
 
 
 
 
 

Eu
nem gosto muito de cozinha – na realidade até gosto, mas me toma um tempo
precioso que eu gostaria de empregar de outro modo. O prazer, entretanto,
revelado nos olhos e nas palavras dos meus filhos, me leva a repetir as
receitas de que eles mais apreciam, pois vê-los felizes é minha maior alegria.
 

Comente, comente, comente… vou amar!
 

Beijo&Carinho,
 

Jussara

 



15 thoughts on “Mimos para os filhotes”

  • HUUUMMM!!! COMO ESTAMOS QUITUTEIRAS HOJE, HEIN?
    BENZA DEUS!!
    ADOREI AS IMAGENS E PODER CONHECER UM CADINHO MAIS DESSE TEU LADO "MÃE CORUJA" TÃO ESPECIAL, JUSSARA!
    CÊ É UMA COLEGA ESPECIAL!!
    LINDA QUINTA PRA VOCÊ!!

  • Minha amiga tenho que falar que encheu meus olhos de lágrimas, de ver que ainda existe pessoas que preparam tudo com amor.
    Ver esses enroladinho, nesta cestinha, com essa mantinha em baixo, me fizeram ter doces recordações do tempo dos meus avós. Sempre que precisávamos almoçar por lá. Ela mandava embrulhadinho no pano uma marmita. Essa cena me marca profundamente, pois é um gesto afetuoso dela preparar aquela refeição pra gente. Como se o paninho fechasse com chave de ouro aquele embrulho amoroso!

    Seus pratos saíram tão perfeitinhos! Os enroladinhos bem douradinho e esse formato bem delineado, amei.

    Você além de ser uma mãe de mão cheia, descobri mais uma qualidade, cozinheira!

    Há eu também tenho que comentar que já encomendei um jogo americano de crochê e nunca me fizeram. Aqui não a nenhuma lojinha que venda essas belezuras. Temos que apelar pra algum conhecido que se disponibilize a fazer, mas sempre tenho a mesma desculpa, que essa arte leva muito tempo e está cansada demais para fazer.
    Um dia ainda terei um… risos!!!

    Beijinho carinho!
    Uma quinta repleta de coisas boas.
    Lorena Viana

  • Olá Jussara. Mãe-coruja é assim mesmo..rsss..ver filho feliz é algo que nos deixa com sorriso de orelha a orelha, não é mesmo?
    Deliciosas iguarias, viu? Não sou muito de cozinhar, meu marido é que gosta de dar um de "chef" aqui em casa…Mas vez ou outra faço alguma novidade para a alegria geral da família..rss..
    Um abração.

    Isabel Ramalho

  • Ah que mimo! Garanto que essas tortinhas ficaram uma delicia ainda mais porque levaram ingrediente único na sua receita: AMOR de mãe. Aqui em casa é a mesma coisa, quando a turma vem é um tal de pedidos…e eu claro faço com esse temperinho que vc. usou.
    Obrigada por suas palavras e visita num dia tão especial para mim.
    bj e lindo final de semana yvone

  • Oi Jussara, é a Vi,essa torta de sardinha eu conheço bem e realmente e de comer tudinho sem pestanejar..
    Esse bolo com morangos esta de dar água na boca.
    Quer dizer que sua filha esta em São Paulo, menina de coragem deixar a casa dos pais, sua cidade e vir tentar oportunidades em Sampa, vou torcer por ela!
    Muitos beijos,Vi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *