Um símbolo novo e muito antigo

segunda-feira, abril 02, 2012 Jussara Neves Rezende 29 Comments


A ideia não é nova, nem é minha. Remonta a uns milhares de anos, quando o povo hebreu fugiu do Egito onde havia se tornado escravo. Depois de Faraó haver recusado toda e qualquer argumentação em favor da liberdade do povo escolhido de Deus – nem circunstâncias calamitosas o haviam convencido – foi advertido sobre um anjo da morte que passaria por aquela terra levando todos os primogênitos. Faraó deu de ombros, como se não tivesse poder o Deus Todo Poderoso. Naquela noite em que o anjo passou os judeus ceavam, vestidos para a fuga; os umbrais de suas portas marcados com o sangue de um cordeiro, sinal escolhido por Deus para identificar aqueles que lhe pertenciam e que, confiantes, se colocavam sob Sua proteção. Nessas casas o anjo não entrou; de todas as outras, porém, sem a marca do sangue, começaram a se ouvir choros e gemidos pela morte dos primogênitos. Era o momento oportuno para a fuga: liderado por Moisés o povo de Deus atravessou o mar! O Faraó e seu exército, que vinham em seu encalço, morreram afogados.
A palavra Páscoa – de origem hebraica (“Pessach”) – está relacionada a essa história e tem o significado de “passagem”: pelo mar e do estado de escravidão para a liberdade.
Quando Jesus Cristo foi morto e ressuscitou a Páscoa passou a ter, para os seus seguidores, um sentido especial: de “passagem”, sim, mas da morte para a vida, da escravidão do pecado para a liberdade da graça de Deus.
Comemoramos o Natal sem atentar para o fato de que aquele bebezinho santo – parte de Deus – veio ao mundo apenas para morrer. Se existisse alguém totalmente sem pecado que pudesse ser sacrificado em lugar dos demais (como o cordeiro costumava ser), então Jesus não precisaria ter nascido entre os homens. Mas não havia, nem há: Jesus é o Cordeiro de Deus que veio ao mundo para se oferecer em sacrifício pela humanidade. Assim, embora pecadores, se nos revestimos com o seu sangue e cremos no seu poder redentor – como os judeus naquela noite no Egito – estamos livres da morte eterna, remidos, perdoados, tornados filhos de Deus. Como o Pai ressuscitou ao Filho, ao terceiro dia, nós, que pelo sangue de Jesus – o Cordeiro – nos tornamos filhos, seremos também ressuscitados por Ele. Isso é Páscoa!
Como forma de comemorá-la foi a humanidade criando símbolos representativos de vida e liberdade: ovos, pombos, pássaros e coelhos (estes últimos em razão de sua fertilidade, que remete à vida). Para deixar tudo mais festivo os símbolos passaram a ser confeccionados em chocolate (delícia) e o comércio fez a festa. Coelhos começaram a produzir ovos de chocolate em grande escala e, embora sem entender direito qual a relação entre coelhos e ovos, as crianças passaram a procurar pelos ovos de chocolate escondidos por esse coelho travesso. O próprio chocolate acabou por se tornar um símbolo de Páscoa e eu mesma – que conheço a história verdadeira desde sempre – farei docinhos de chocolate com coco e leite condensado (que aprendi com a Marly) para comemorar junto dos meus queridos.
Nada tenho contra coelhos, ovos, pombos e pássaros. Ao contrário, considero-os símbolos encantadores de uma história com toques de maravilhoso, embora real. Acredito, entretanto, que o antigo símbolo, o do cordeiro, pode muito bem conviver com os demais. O cordeirinho (ou a ovelha) tão digno de se tornar objeto de decoração quanto os outros.
Assim, quando as crianças perguntarem a razão desse novo símbolo, poderemos contar a verdadeira história. Então a Páscoa – principalmente em nossos corações – também será mais real.
Com a finalidade de demonstrar a viabilidade do cordeiro (ou ovelha) como símbolo da Páscoa, foi que reuni essas imagens com a ajuda do Google:















Toda molinha - para a criança abraçar antes de dormir




















Não é mesmo um símbolo lindo? E verdadeiramente cristão. Fica a dica... ;)
Abraço!








29 comentários:

  1. Adorei, Jussara... um lindo início da Semana Santa. Aqui todo mundo pensa em aproveitar os dias livres pra viajar (no Peru temos feriado quinta e sexta)mas poucos lembram do verdadero significado das datas e o que estas comemoram. Ideal pra mim é descansar, relaxar, sim... mas sem esquecer que na sexta lembramos da morte de Jesus, e que no domingo é Pascoa de Resurreçao... e nao só de ovinhos de chocolate ;) Beijao!

    ResponderExcluir
  2. BOM DIA JUSSARA!! SUAS PALAVRAS FORAM MUITO BEM COLOCADAS. EU TAMBÉM NÃO TENHO NADA CONTRA OS SIMBOLISMOS PASCAIS CRIADOS PELOS HOMENS, SÓ O QUE NÃO GOSTO, É DE QUE A DATA SEJA MERAMENTE UM DIA MUITO LUCRATIVO PRO COMÉRCIO. NÃO HÁ O QUE FAZER A RESPEITO DISSO, INFELIZMENTE, É O QUE ACONTECE, MAS QUE É UMA PENA NÃO FAZEREM MAIS QUESTÃO DE LEMBRAR O REAL MOTIVO DA DATA DE PÁSCOA, AH DÁ.
    EXCELENTE SEMANA PRA VOCÊ!!

    ResponderExcluir
  3. Lindo, Ju!
    Vale a pena sempre voltar à origem da palavra, e comemorar a data lembrando seu verdadeiro significado. Deus se alegra com isso. Quero tirar um tempo pra ficar a sós com Ele... só agradecendo por Ele ter vindo como o Cordeiro, que tirou o pecado do mundo.
    Obrigada pelo post!

    ResponderExcluir
  4. Bem bacana a desmitificação do significado da Páscoa. Eu entendia que na Páscoa se comemorava a ressureição de Cristo. Agora eu sei que o sentido é mais amplo, de passagem da morte para a vida. Porque você citou o Natal?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque o sentido do Natal só se completa com o sentido da Páscoa. O bebezinho santo nasceu para a remissão dos pecados humanos. Não mataram Jesus - Ele nasceu para isso. Ele se ofereceu em nosso lugar, para nos tornar aceitáveis diante de Deus. Não é para amar apaixonadamente esse Deus?
      Abraço!

      Excluir
  5. Bom dia lindona,
    que post esse. Finalmente um blog que fale de acordo com a Bíblia e não de acordo com a tradição. Amamos as idéias, parabéns mesmo.
    Abraço carinhoso.
    Chris e Dwan/Acre

    ResponderExcluir
  6. A verdadeira história tem sempre que ser lembrada! Contada aqui, deliciosamente, faz relembrar o que é esquecido na correria diária...
    E essas ovelhas fofas vão inspirar muitas arteiras...
    Bjs,Ana

    ResponderExcluir
  7. Como sempre, Jussara, muito edificante seu texto! Só o Cordeiro Santo pode tirar o pecado do mundo, justo o cordeiro aquele bichinho ingênuo, meigo e sensível. A figura da ovelha me encabula, quando o Senhor nos chama de ovelhas é fácil compreender, pois somos tão sem senso de direção quanto elas, totalmente vulneráveis aos ataques do lobo mau etc, mas quando o Bom Pastor se torna um cordeiro... é maravilhoso pensar que ele realmente se colocou no nosso lugar e foi o sacrifício que deveríamos ter sido. Isso é amor d+ , além da minha limitada compreensão!

    ResponderExcluir
  8. Adorei!!!!
    Florzinha obrigado pela visita em meu canto.
    bjus
    Daniela

    ResponderExcluir
  9. Oi Jussara, é a Vi, aquelas ovelhas cupcakes é tudo de bom!
    Eu acho as ovelhas mais fofinhas, e essa de biscuit ficou D+
    Amei o texto, precisamos nos lembrar do real sentido da Pascoa, ensinar de geração a geração, afinal quando Deus instituía uma data comemorativa, era para que o povo se lembra-se da misericórdia eterna de Deus, do seu amor, e do livramento que Ele da para os que creem Nele.
    Obrigada por colocar fotos da ovelha que eu fiz em um texto tão edificante.
    Muitos beijos,Vi

    ResponderExcluir
  10. Sua cara esse post, mamis! Te amo mto!!!! Amanha to chegandooooo!!!!

    ResponderExcluir
  11. Fiquei com saudade agora daquela ovelhinha que você tinha, e que teve seu pobre corpinho quebrado.. lembra??? Tadinha! Mas vale lembrar que você tem aquela de pelucia (que NÃO é um macaco!! rsrsrs)

    ResponderExcluir
  12. Ju,lindo seu texto e muito bem explicado.
    Aqui não vemos muito comércio de ovos como no Brasil,que é uma exploração e um sufocamento nas lojas.
    Mas tem coelho, galinha,pintinho e ovinhos como símbolos da Páscoa.
    Aqui em casa celebramos a Páscoa do Senhor,sabemos o real significado e procuramos transmitir aos filhos,o que é o mais importante.
    Besitos

    ResponderExcluir
  13. Jussara! Queria guardar seu texto p mostrar p minhas futuras filhas e passar de geração em geração (junto de cordeirinhos e chocolates!).
    Sem falar q é uma honra p o "nó na linha" ter a nossa ovelinha marcando presença aqui!!!
    Feliz Pascoa!
    Um abracao!

    ResponderExcluir
  14. Lindo texto e super bem escrito como sempre.
    As ovelhinhas são lindas. Todas sem exceção:)

    "PÁSCOA,
    Ressurreição do sorriso, da alegria de viver, do amor.
    Ressurreição da amizade e da vontade de ser feliz.
    Ressurreição dos sonhos, das lembranças.
    E de uma verdade que está acima dos ovos de chocolate ou até dos coelhinhos.
    Cristo morreu, mas ressuscitou.
    E fez isso somente para nos ensinar a matar os nossos piores defeitos e ressuscitar as maiores virtudes sepultadas no íntimo de nossos corações.
    Que esta seja a verdade de sua Páscoa."
    Um beijo carinhoso

    ResponderExcluir
  15. Jussara querida, lindo o texto, em uma linguagem rica em conteúdo e detalhes! Conheço a história, mas vejo contada de muitas formas, porém essa, falou bem do cordeiro, um simblo que muitas vezes é esquecido. E lembra a fidelidade e confiança. Desde de pequenina, minha família se preocupava - antes de se lambuzar de ovinhos, ou reunir a família como de costume para ceiar -, de repassar os ensinamentos e o real significado daquela semana. Na hora, lembro que ficava triste por saber que "Deus" havia morrido, entendia assim na época. Logo após vinha a história do coelhinho, dos ovinhos, do cordeirinho, da vela sempre acesa na mesa da minha tia, lá onde nos reuniamos. Mas no domingo faziamos diversas brincadeiras a procura dos ovos e celbravamos a vida. Então acho super importante , saber o significado dos simbolos e conhecer a história. Apenas tem que saber o melhor modo de falar com os pequenos!
    Páscoa, semana santa é um desejo ainda maior de esperança e renovação. Pra mim é reflexão, ver se o caminho que estou indo é realmente o correto.
    Uma maravilhosa semana.
    Beijinho no coração!
    Lorena Viana

    ResponderExcluir
  16. Jussara:
    Explicação singela e verdadeira do sentido da Páscoa. Que bom! E que maravilha se as mães passassem para os filhos uma noção verdadeira, espiritual (pode ser gostosa, por que não?), mas, sobretudo, da LUZ que Jesus traz a todos nós, para iluminar nossos caminhos que, também, têm sua 'sexta-feira da Paixão'... Evitaria a confusão até hilária que L.F. Veríssimo coloca em sua crônica sobre "O que é a Páscoa?". Jussara, para você, para seus 'filhotes-filhões', sua mãe, todos os seus, meu desejo sincero de que a LUZ de Jesus Cristo continue iluminando sua vida com muita paz, força, coragem, transparência e AMOR! Meu carinhoso abraço. "sor" Pilar.

    ResponderExcluir
  17. Oi JUuu,faltou as minhas ovelhas de EVA nesta postagem eim,rsrsrs,Então,eu gostei sim,porque ela ficou feliz e são estas coisas que nos gratificam e nos dão força para para continuar a ser o que somos.E vc minha flor,tá curtindo o feriadinho,eu estou em casa com a familia é tão bommm...Bela páscoa para vc ...Li.

    ResponderExcluir
  18. uma bela reunião consegui e bem complementou o texto...bjuu

    ResponderExcluir
  19. Oi, Ju,

    Eu não canso de dizer: Gosto muito de ver alguém registrando o sentido real de festas como O Natal e a Páscoa, já que neste mundo de superficialidades em que vivemos o consumismo encobre tudo, rsrs.
    O pior é que o povo deixa de se beneficiar das muitas esperanças e consolos existentes por trás das "tradições", não é verdade?
    Eu até pensei em falar também sobre tudo isso, explicando inclusive que na língua inglesa há palavras específicas, que se associam à Páscoa judaica e à cristã, que são Passover e Easter, rsrs. Porém, acabei no atropelo e só consegui falar o mínimo, nos meus últimos posts, rsrs.
    Muito obrigada pela menção a mim, me senti muito honrada. E desculpe-me não ter vindo aqui antes, tive dias de corre-corre e pretendia visitar os blogs que sigo amanhã, rsrs.

    Beijoca e excelente Páscoa para você e os seus queridos!

    ResponderExcluir
  20. Querida Jussara!
    Engraçado que como você, também me lembrei, durante a semana santa, de todas estas sagradas estórias e suas simbologias pascais,tão importantes para a nossa fé cristã... E também do cordeiro,é claro! Fiz até uma pequenina "árvore da Páscoa" com os meus meninos ( na verdade a "árvore" é um galho seco aqui do quintal com fuxicos e alguns pequeninos ovinhos...Rs...)E ao redor dela, coloquei alguns símbolos da Páscoa com outros detalhes da minha própria imaginação... Mas ficou faltando mesmo o querido cordeiro... Quem sabe na próxima vez consigo adicionar esta maravilhosa idéia?
    Mas hoje venho até aqui para te desejar uma Páscoa de muita paz e alegria, lembrando que é tempo também de reflexão,agradecimento e acima de tudo de celebração, pelo Grande Amor do Pai através da ressurreição de jesus... Um lindo dia de Páscoa pra ti,minha querida,no aconchego da tua família!
    Beijos doces!!!
    Teresa

    ResponderExcluir
  21. Oi, Ju,

    Fiquei tão feliz com o seu comentário! Sim, pois é tão bom saber que contribuímos de algum modo para adoçar um pouquinho os dias atribulados de alguém! rsrs.
    Espero que o seu pai se recupere plenamente, e possa voltar em breve à normalidade da vida dele.

    Um beijo e muito obrigada por me dar a conhecer este pequeno episódio de sua vida!

    ResponderExcluir
  22. Ju,espero que tenha sido um almoço maravilhoso junto aos seus e cheio do amor de Cristo.
    Hoje aqui a receita foi repetida aqui...rsrs...
    Besitos e linda semana

    ResponderExcluir
  23. Oi Jussara!!! Muito legal o seu post, é sempre bom lembrar o verdadeiro significado deste fim de semana tão especial, tempo de renovar!!! Lindas ovelhinhas, adorei as dicas!!! Grande abraço e que o espírito de renovação trazido pela páscoa esteja sempre em nossos corações.
    www.arquitrecos.com

    ResponderExcluir
  24. Ju querida, não podia esquecer de te visitar desejar hoje e sempre que você tenham uma ótima páscoa, que renasça bons sentimentos, aflorem boas ideias e grandes inspirações.
    Grande beijo!
    Tenham uma semana de muita paz e luz!
    Lorena Viana

    ResponderExcluir
  25. Adoreii, Jussara!
    E é um simbolo tao fofo qto o coelho;)))

    Vem conhecer meu blog tb! :)
    Sou Consultora de Imagem e dou várias diquinhas de moda lá no blog!!!

    http://luxodepink.blogspot.com.br/

    Te espero lá;)))

    Bjinhosss

    ResponderExcluir
  26. Pessoas queridas, que bom que concordam comigo sobre resgatar o verdadeiro sentido da Páscoa! Comendo chocolate... por que não? rs.
    Os elogios ao meu texto sempre agradam meu coração. Obrigada!
    Sidnei, falei sobre o Natal porque é na Páscoa que o sentido dele se faz completo. O Menino-Deus nasceu, sim, mas para morrer em nosso lugar. Assim, na Páscoa, quando comemoramos sua morte e ressurreição, é que verdadeiramente faz sentido que Ele tenha vindo ao mundo...
    ... e, filha, achei o máximo você dizer que o post está a minha cara... rs!
    Beijo&Carinho da
    Jussara

    ResponderExcluir
  27. Jussara, não é necessário falar mais nada! seus amigos disseram tudo! Mas quero lhe dizer que, você sabe, gosto de sua maneira de 'sentir' e expressar-se sobre tudo, especialmente agora sobre a grande data da Ressurreição de Jesus, como você bem disse, "passagem da morte para a VIDA!" Que seja assim em todos os dias que nos restam por aqui... Meu abraço cheio de afeto, desejando-lhe e aos seus uma vida plena do Amor de Jesus e de muita paz! Meu afeto e amizade, sempre. "Sor" Pilar

    ResponderExcluir
  28. Você fez uma bela seleção de imagens. Realmente, o verdadeiro sentido da comemoração fica apagado pelos ovos de chocolate porque não é, na maioria das vezes, passado às crianças. Associá-lo, com verdade, à Páscoa, faria com que a morte e ressurreição de Cristo, para nosso benefício, nunca fossem ignoradas. Bjs.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)
Volte sempre!