Os selos e seus significados

Os selos e seus significados

Em livros e filmes encontrei muitas vezes um rei, ou algum outro nobre, a usar um anel com uma marca – normalmente o brasão de família. Além de indicar a sua posição social, o anel servia como selo quando aplicado sobre uma massa plástica que endurecia passado um tempo. Essa massa endurecida, com a marca do brasão da nobreza, servia como lacre para garantir que a correspondência não seria violada.

O Apóstolo Paulo, ao escrever aos cristãos de Éfeso, fala que esses haviam ouvido e confiado na “palavra da verdade, no evangelho da salvação”, razão pela qual haviam sido “selados com o Espírito Santo da promessa” (Efésios 1:13). O que isso significa? Que o fato de termos o Espírito Santo a habitar em nós – e a nos convencer do pecado, da justiça e do juízo – é o penhor (ou garantia) da nossa herança: a salvação e a vida eterna.

Já nos nossos dias, ao postar uma encomenda nos Correios, o selo é sinal de que taxas foram pagas e, ao mesmo tempo, símbolo da segurança oferecida pela empresa de que o pacote chegará ao seu destino.

O selo é, portanto, um símbolo de autoridade, propriedade, autenticidade, garantia, segurança e qualidade.

No espaço da blogosfera, no qual muitos blogs estão interconectados, pois os blogueiros leem os blogs uns dos outros, referem-se a eles na sua própria escrita e postam comentários nos blogs alheios a ponto de criarem a sua própria cultura (Wikipedia), o selo mantém seu sentido de garantia, muito embora um tanto diferente desse sentido histórico: ao oferecer um selo para outro blogueiro, aquele que oferece está a garantir para quem o avistar que aquele blog é especial por alguma razão.

Essa introdução foi feita para sugerir a extensão do meu contentamento ao receber um selinho da Mi Hernandez, do blog “Decoração e Invenção”. Senti-me, apesar do pouco tempo que tenho neste espaço, reconhecida e honrada, o que me deixou muito feliz.

O selo é este:

Criado pela Luciana, do blog Ateliê de Artes Plásticas, o selinho foi-me oferecido pela Mi, que tem um blog cheio de ideias bacanas. Como o próprio nome do blog informa, ele se volta para decoração e para as “invencionices” de sua dona; assim, está repleto de artesanato, reciclagem, bricolagem, trabalhos manuais, arquitetura, receitas, artes em geral. Além disso, o leitor atento perceberá que a Mi “brinca” com as palavras, num bom humor tão natural que para mim significa duas coisas: que a Mi é poeta e ainda não sabe disso e que ela é uma pessoa encantadora, super gente boa.
A Mi explicou que todo selinho vem acompanhado de umas regrinhas:
1.    Informar no blog quem criou o selinho e quem o repassou
(O que acabo de fazer)
2.    Dizer o que é arte
(Para mim, é a vida reinventada)
3.    Distribuir o selo para 10 amigos queridos que, assim como nós, fazem arte
(Tarefa difícil: são muitos, alguns já receberam o selinho… espero em outras oportunidades oferecer outros selinhos para mais amigos)
Ana – Ana Kroetz: artesanato em tecido
Ângela – Clique todo dia
Anita – Casa da Anita
Carla – ARQUItrecos
Dene – Craft to Inspire
Fabiana – Reciclar e Decorar
Fernanda – Poeta de Privada
Marly – Saboreando a Vida
Regina – Casa de Retalhos
Zilah – Dona das Coisinhas
Tarefa cumprida, sou a legítima possuidora do selinho que irei postar na barra lateral do blog.
Mi, mais uma vez, querida, muito obrigada pelo selo!
Não esqueça de dar uma olhada nas regras para participar do Sorteio de dois livros e um kit para bordar da Clickfios: http://www.jussaraneves.com.br/2012/01/sorteio-2.html
Abraço!


20 thoughts on “Os selos e seus significados”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *