Areias de Portugal

quarta-feira, fevereiro 29, 2012 Jussara Neves Rezende 30 Comments



Eu conheci Portugal antes de chegar lá. Os romances de Camilo Castelo Branco e Eça de Queirós, bem como os poemas de Antero de Quental, Fernando Pessoa e Florbela Espanca já haviam me apresentado o país antes que ele penetrasse pelos meus sentidos. Conhecer Portugal foi reencontrá-lo e, de certo modo, redescobrir-me: as cortinas de crochê nas janelas – tão mineiras, tão quem sou – herdamos de Portugal. A desconfiança do mineiro também. O português é educado, polido e discretamente frio num primeiro contato, mas abre a porta da casa e do coração depois que percebe que você não irá lhe causar mal. “Mineiro é bicho desconfiado”, dizemos aqui; mas depois que é conquistado, mineirim vira amigo para a vida toda. Herança de Portugal.

Algo que não herdamos – e de que sinto falta – são os cafés tão cantados em versos por Fernando Pessoa: não apenas no Chiado, ou no Rossio; espalham-se por toda Lisboa a oferecer mesinhas às portas dos estabelecimentos e o cheiro das massas folhadas que só os portugueses sabem fazer. Claro que por aqui podemos encontrar boas cafeterias, especialmente nas capitais, mas é diferente. Ir ao café é um programa diário por lá, onde quase não se faz café em casa. Faz parte da cultura o encontro nas cafeterias, senhorinhas bem vestidas, nos lugares habituais, jornais ou livros a serem lidos, um tempo razoável a se escorrer antes do “Até amanhã!”.

Com a estátua de Fernando Pessoa no Café "A Brasileira", no Chiado, local que o poeta costumava frequentar.



Na Praça D. Pedro IV, no Rossio, onde se localiza a famosa Pastelaria Suiça, com suas tortas divinas.  Inaugurada em 1922, a Pastelaria Suiça faz parte da história da emancipação feminina. Ali, com algum escândalo, se assentaram as primeiras mulheres que ousaram tomar café numa esplanada. Ali também se reuniam, no tempo da ditadura, os homens que insistiam em pensar por si próprios.



Foi de lá que eu trouxe esta receita de bolacha amanteigada que é deliciosa e muito fácil de fazer. Em pequenas caixinhas com um laço de fita viram um delicado presente para oferecer numa visita. Em sua casa, ofereça em cestinhas forradas com paninhos rendados, acompanhadas de chá, café ou de um cappuccino. Feche os olhos enquanto aprecia o sabor das areias a se dissolverem na boca: terá, por instantes, a sensação de estar em Portugal.


AREIAS

100g de açúcar
200g de manteiga ou margarina
300g de farinha de trigo


Amassa-se tudo muito bem. Por um momento tem-se a impressão que não irá virar massa alguma, que se está apenas a revirar um punhado de areia clara (deve vir daí o nome da bolacha), mas continue a amassar até que obtenha liga suficiente para fazer bolinhas (como as de gude). Disponha num tabuleiro (não é necessário untar) as bolinhas ligeiramente afastadas umas das outras e achate-as levemente utilizando o cabo de uma colher de modo a fazer uma covinha no meio de cada uma delas. Se preferir, esqueça as covinhas e achate-as levemente com um garfo.

Leve ao forno e retire-as quando o fundo das bolachinhas começar a dourar. Não deixe que elas dourem por inteiro para que não fiquem duras depois. Passe-as, ainda quentes, numa mistura de açúcar e canela e guarde-as, quando completamente frias, num pote bem fechado.
Rendimento: 50 bolachinhas, aproximadamente.



Areias em tigelinhas de cerâmica portuguesa



"Saudade é a nossa alma dizendo para onde quer voltar"




Comente, comente, comente... vou amar!






Não esqueça de dar uma olhada nas regras para participar do Sorteio de dois livros e um kit para bordar da Clickfios: http://minasdemim.blogspot.com/2012/01/sorteio.html






Abraço!




30 comentários:

  1. oi Ju

    Que maravilha viajar para lugares que já conhecia das viagens literárias, deve ter outro sabor!!!
    Hum, bem prática esta receita, e servida assim fica mais saborosa ainda!
    desculpe a falta de visitas, andei um pouco atrapalhada. Espero conseguir voltar certinho na próxima semana.

    bjuuuu, linda suas fotos!

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a Ana. Parabéns elos textos sempre tao ricos de poesia e informação.
    bj

    ResponderExcluir
  3. Ana e Susi,
    obrigada pela visita, pela leitura, pelo carinho.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Peguei a receitinha vou experimentar.
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Jussara, conheço essa sensação, pois me senti assim quando passear por Nova York a primeira vez. Além de vários livros q li ambientados em NY, os filmes que me emocionaram e me fizeram sonhar, e de repente eu estava lá no mesmo lugar q por tantas vezes eu vi na tela. É uma sensação única.

    Essas bolochinhas devem ser deliciosas. Minha mãe fazia muito (não sei se a mesma receita) bolachinhas e eu simplesmente adorava. Esse jogo q trouxe de portugual é muito bonito, as tigelinhas são um mimo.

    ResponderExcluir
  6. Jussara, que fotos deliciosas... que viagem! Ai que vontade!!! Amei também aquela coleção de xícaras... que lindas!!! Quem será o dono??? Beijos querida e obrigada pela visita! Priscila.

    ResponderExcluir
  7. Jussara, minha querida..

    Que maravilha de Post. Uma grande parte de mim (Marido e filhos) é portuguesa, com isso meu amor por essa terra é imenso. Adorei a receitinha das bolachinhas, e mais ainda rever o Galinho de Barcelos nessas fotos.. Tb tenho um paninho de prato igualzinho a esse!! rsrsrsrsrs..
    Bju enorme
    Joanna

    ResponderExcluir
  8. Oi, Nadja, que bom!
    Depois me conte o que achou, tá bem?
    Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Regina, acho que é por assistir a tantos filmes ambientados em N.Y. que a cidade é um dos principais roteiros de viagem da minha filhota... =)
    Obrigada, querida, pelo comentário tão gostoso.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Obrigada, Priscila! Portugal é lindo! Lisboa será para sempre uma ferida aberta no peito - uma vontade, que nunca passa, de voltar.
    Aquela coleção de xícaras... nossa! Um sonho, não é mesmo?
    Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Obrigada, Joanna!
    Coisa boa ter uma ligação grande assim com Portugal! E ter um paninho idêntico ao meu! Amei saber!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  12. Jussara, eu amei este post! Fotos, texto e receita, tudo perfeito! Já pinterestei tua receita aqui:

    http://pinterest.com/pin/246994360783591543/

    Vou chamar as amigas do facebook para virem saborear este biscoito.

    Ju, nao precisa responder este coment aqui , pois eu nunca retorno para ler.

    beijoooo

    ResponderExcluir
  13. Meu Deus, que delícia de passeio!
    Receita ja esta anotada, se der faço ainda hoje huummm

    Beijos, obrigada por compartilhar seus momentos!

    ResponderExcluir
  14. Menina, vim aqui atravês do link que a Fernanda Reali colocou no face dela. Amei a receita dos biscoitinhos. Adorei!!! Com um café bem forte é bom demais. Já anotei e agora vou vim sempre no seu cantinho.
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  15. Adalgisa e Adriana,
    façam, sim, os biscoitinhos. São muito bons!
    Que bom que gostaram! Adorei tê-las aqui - voltem sempre!
    E FERNANDA, eu sei que vc disse que não volta para ver se há respostas aos seus comentários... eu também quase nunca volto... mas é tão bom, qdo acontece, encontrar uma respostinha que eu não podia deixar uma para você também: Obrigada!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  16. Olá Jussara, conheci seu blog através do Arquitrecos, estou adorando e com certeza voltarei com mais tempo!
    Ah! a receitinha, assim que puder vou fazer pra minha princesinha, deve ser deliciosa!! rs
    Bjks e ótima sexta-feira pra vc!

    ResponderExcluir
  17. Nem precisava dizer que adorei o post, não é? Um dia também irei a Portugal pisar nos rastros deixados por Fernando Pessoa.
    Bjos

    ResponderExcluir
  18. Olá Jussara, tudo bem?

    Vim fazer uma visitinha no seu Blog e quero parabeniza-la por se rica em conhecimentos, pois para falar a verdade, leio pouco. Eu acho muito interessante quando as pessoas falam de ler, acho o máximo.
    Mudando de assunto, fiquei feliz com sua visita no meu Blog e obrigada pelo carinho.

    Beijos e tenha um ótimo final de semana.....!!!!

    Ana Belli............!!!

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    Olha eu aqui novamente.
    voltei para falar que entrei em minhas configurações e aparece para mim que estou te seguindo publicamente, e seria você me aceitar publicamente também?
    Falo isso porque não entendo muito bem como funciona, mas mesmo assim pedi para minha filha me ajudar e ela disse que está certo como fiz, então gostaria que você me escrevesse se deu certo agora, pois pedi para te seguir novamente.

    Beijos...!!!

    ResponderExcluir
  20. Que delícia!!Ainda não fui a Portugal, mas sei que é lindo!!! Também fiz mestrado na USP em Literatura Brasileira, mas hoje me dedico às artes!! Gostei muito do seu blog!!
    Baci

    ResponderExcluir
  21. Kika, que bom que gostou do blog! Será sempre um prazer tê-la aqui!
    Faça, sim a receitinha para a sua princesa. A minha familia toda adora!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  22. Você vai amar, Silmara! Quando for, não deixe de ir a Sintra - cidade mágica, que a gente pensa que só existe nos nossos sonhos de criança, nos contos de fada!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  23. Ana Belli, acredito que quem não gosta muito de ler apenas não descobriu AINDA o livro que vai amar... Muito bom tê-la aqui. Espero que goste dos posts!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  24. Divina Chita Brasil - qual o seu nome? Obrigada! Alegra-me tanto que tenha gostado do blog! Será um prazer tê-la aqui. Vou visitar o seu em seguida... adoro artes em geral, decoração, artesanato, jardinagem, viagens... além da literatura.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  25. Ai, Ju...(intima eu né ?? rsrs)

    Fiquei aqui imaginando os cafés de Portugal (comilona eu né ??)

    E essas bolachinhas ??
    Nossa, ainda bem que estou de regime, srsrs senão ia correr prá fazer !!

    E o que são essas fotos lindas ??
    E essa menina ao lado de Pessoa ??
    Ele não gamou não ??

    Sua Pepa ?? Tá no forninho, acho que domingo já dá prá eu mostrar, estou adorando essa personalização !!

    Bjus 1000 queridona

    ResponderExcluir
  26. Pepa, meu bem, amei a pergunta sobre a "menina" ao lado do Pessoa... hehe
    Dê uma fugidinha do regime e faça umas areias aí, vc vai gostar!
    Que bom que vc está gostando de fazer a minha Pepa! E eu super ansiosa para vê-la!
    Abração!

    ResponderExcluir
  27. Que delícia de biscoitinho, tem 10 dias que cheguei de Portugal, e lendo seu post só fez a saudade que sinto da viagem aumentar.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  28. Ju, sabe que vivo aqui ao lado e nunca fui a Portugal.
    Quero muito ir por esses lados.
    Olha você falou de Eça,eu li e reli Os Maias,acho fenomenal.
    Já imaginei,comendo umas bolachinhas "arenosas",tomando um café e lendo de novo.
    Besitos e linda semana

    ResponderExcluir
  29. KARINA, cois boa ter estado lá! Imagino a saudade que já deve estar sentindo!
    MI, você deve ir, querida. Dê uma fugida qualquer hora dessas. Tenho uma cunhada que mora no norte da Espanha e que também não foi ainda a Portugal. Insisti com ela. País lindo! Vale a pena!

    ResponderExcluir
  30. Ah, que lindo! Protugal está na minha lista de desejos... Mas passei a semana em Cabo Verde - e ouvi muito de Portugal (tanto bem, quanto de mágoa...)! Abs.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)
Volte sempre!