Uma mineira e um colete espanhol

sexta-feira, janeiro 13, 2012 Jussara Neves Rezende 24 Comments


Faz muitos anos. Eu aprendera ponto-cruz recentemente e estava empolgada com os motivos que encontrava para bordar – o que não era fácil, pelo menos não aqui, no interior de Minas.  O que se usava era escolher um pano alvejado e “marcar” ali, de três em três fios, o “X” copiado de uma toalha já bordada, pertencente a alguma parenta ou amiga. Revistas com gráficos eram uma relíquia, normalmente importadas, passadas de mãe para filha, ainda que os gráficos fossem em preto e branco, impressos em papel pardo.

Nessa época eu executei muitos bordados que hoje já não me aventuro a fazer: etamines minúsculas, motivos complicados... a ânsia de bordar era tanta que eu enfrentava as dificuldades todas. Foi o caso do colete. Lembro-me da capa da revista espanhola – acho que se chamava Susana – mas não a tenho mais. Ficou-me apenas o gráfico e o colete bordado. Consegui uma etamine de quadradinhos mais largos e a tingi de preto. Etamine colorida aqui, naquela época? Só em sonhos. Comprei as meadas nas cores que apareciam no colete que a modelo vestia e dei início à tarefa de bordar um dos lados da peça – o único lado que tinha gráfico.







Para bordar a outra parte do colete precisei espelhar o que já havia feito... Cinco pontos na cor verde para a esquerda se convertiam em cinco pontos verdes para a direita... e assim foi... um trabalho imenso que a minha ansiedade por ver concluído só fazia aumentar.
Usei o colete pela primeira vez com calças jeans e camisa branca. Numa outra ocasião, com camiseta branca justinha e saia azul-marinho. Senti-me uma autêntica espanhola, embora a saia fosse indiana e eu... mineira. Dona de uma peça única, feita por mim, dominava-me a agradável sensação de ser especial, o que fazia esquecer todo o trabalho que tivera enquanto a bordava.
Faz anos que não uso o colete espanhol, mas sempre que o avisto ao buscar algo para vestir, penso no quanto o próprio colete é especial em razão de sua história e de sua beleza:














Concordam comigo? Escrevam contando. Vou amar!

Abraço e até depois!






24 comentários:

  1. Ju, que lindo esse colete,muito chique.Risco super difícil,mas o trabalho valeu,ficou único e o melhor você que fez,isso não tem preço...Besitos

    ResponderExcluir
  2. Mi, vc viu a loucura do risco? E maluca aqui se arriscar... rs Mas tb acho que valeu a pena ;)Obrigada pelo carinho!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Lia,
    obrigada pela visita. Volte semmmpreee!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Ju, que peça mais linda!
    imagino o tempão que vc levou pra fazer e depois o orgulho em usa-la!
    Já tive meu tempo de ponto cruz, mas foram algumas tolhas de banho e panos de prato, já da poca que as tolhas prontas pra bordar, mas não durei muito na arte!

    bjo, lindo domingo querida

    ResponderExcluir
  5. Oi Jussara, é a Vi, a historia já nos remete a algo magico, e vendo o gráfico, fiquei desejando ver a foto do colete e pensando : só falta não ter a foto do colete..kkk
    Quando olhei a foto do colete fiquei satisfeita como quem lê um final feliz.
    Lindo o colete, mas melhor foi você contando seu trabalho em faze-lo.
    Beijos,Vi

    ResponderExcluir
  6. Jussara em primeiro lugar venho retribuir e agradecer a sua amável visita ao meu humilde cantinho. Adorei o seu blog, um espaço lindo e de extremo bom gosto.
    O colete é duplamente especial, por um lado porque é único, uma peça feita por si, em segundo lugar porque ficou simplesmente maravilhoso, meus parabéns.
    Tenha um excelente domingo.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  7. Jussara estou encantada contigo... cada post você se revelando, mostrando que somos ser várias em uma.
    Já fiz culinária, mitologia, poesia (que diga-se de passagem é bem complicado a escrita),já enxerguei com os olhos da alma, lindos texto, que me encheram de encantamento, e agora costura? Costurando tecidos, pontos, afeto! Acredito que costuras é um ato de amor, junta-se linha linha e aprendizado.
    Você é super prendada!
    Um dos meus post foi: Desejos para 2012, e um dos meus desejos é aprender! Aprender a costurar, pois amo, meus olhos enche de sentimentos bons, quando vejo alguém costurando!
    Esse seu colete é uma doce recordação...
    Esse ano vou fazer alguns cursos!
    E quero sair por aí, costurando tecidos, cores e alguns presentinhos.

    Beijos carregado de muito carinho!
    Um lindo Domingo cheio de paz.

    ResponderExcluir
  8. Jussara, gostei da estória do colete, mas o colete em si é simplesmente maravilhoso. Meus parabéns pelo belo trabalho.

    ps.: por favor agradeça a sua mãe pelos elogios as flores.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Jussara

    Muito lindo!
    Fazer trabalhos artesanais é uma terapia. Bordado eu não não tenho muita paciência, mas crochê eu sou craque!

    Ótima semana pra vc!

    Beijosss

    ResponderExcluir
  10. Que lindo esse colete, mas nao teria coragem de fazer nao rsrs....
    Parabens pela bela arte!
    bjus
    Flor

    ResponderExcluir
  11. Oi Jussara, como vai? Brigada pelos elogios. To fascinada com esse teu colete, que coisa mais linda! Engracado que to pensando em fazer uma postagem hje sobre meus primeiros bordados de ponto-cruz, que comparados ao seu colete sao apenas simples bordados.
    Abs!
    Boa semana!
    Dene

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ana, estou revisando um livro que acabei de escrever, sobre a obra de Florbela Espanca, então não tenho tido muito tempo para bordar, mas estou na fase das toalhas de banho: acabo uma, começo outra. Às vezes quando o trabalho começa a ficar muito demarado, enjôo do motivo e fico louca para acabar, mas do ponto-cruz não enjôo nunca! Por que será que você não durou muito nessa arte?
    Obrigada pelo elogio ao meu trabalho. Sou super orgulhosa dele... rs
    Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Oi, Vi, adorei seu comentário! Muito divertido você dizer que pensou: "só falta não ter a foto do colete" rs... Muito bom! Também achei muito bacana você dizer que quando viu a foto ficou satisfeita "como quem lê um final feliz"... e amei você dizer que achou lindo o colete, mas que melhor foi o que escrevi contando meu trabalho em fazê-lo... nossa... amei, amei, amei isso!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  14. Olá, Maria, obrigada por vir conhecer o Minas de mim. Apesar de você ter chegado num dia de bordado, há dias de poesia, viu? rsrs
    Que bom que gostou do blog e que achou bonito o colete. Fico tão feliz!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  15. Lorena, de fato procuro ser múltipla. A vida é muito curta e quero aproveitar o que me cabe dela fazendo coisas que amo e me deixam feliz! Acho muito triste a vida das pessoas que se queixam que não têm nada para fazer! Eu sempre tenho! rsrs... mas costura, mesmo, tenho que confessar que não sei. Sempre que preciso de passar alguma coisa à máquina... corro até minha mãe, que é quem me salva. Você faz muito bem e fazer vários cursos. Também acredito que costurar é um ato de amor: linha e aprendizado arrematado com afeto.
    Abraço pra vc e uma semana bem feliz!

    ResponderExcluir
  16. Obrigada, Regina! Já transmiti o recado á minha mãe e ela reforçou tudo o que havia dito =)
    Abraço!

    ResponderExcluir
  17. Oi, Clara, obrigada! Minha mãe também é craque no crochê... eu dou conta do básico dos básicos.... rs
    Linda semana pra vc também!

    ResponderExcluir
  18. Olá, Flor,
    obrigada!
    hoje eu também não teria coragem... rs... por isso acho bom ter sido louca a ponto de fazê-lo, porque hoje o tenho!... rs
    Abraço!

    ResponderExcluir
  19. Dene,
    o colete é lindo, não é? Mas foi uma loucura fazê-lo e eu não repetiria isso... rs
    Você é uma artista e tudo que resolve fazer sai perfeito... faça o post e eu vou correndo lá pra ver!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  20. Uma obra de arte guardada num cantinho do guarda-roupas!! Belíssimo!!

    ResponderExcluir
  21. Obrigada, Sidnei! O bom de compartilhar é isto: descubro que não sou eu só a achar bonito o meu colete! rs
    Abraço!

    ResponderExcluir
  22. Um pouco atrasada, mas quero lhe dizer, Jussara, que achei lindo o colete e sua determinação em fazê-lo! Nooosssa! Eu gosto de bordar com ponto cruz... Hoje, temos muitas revistas com gráficos lindos. E quando elogiam um ou outro trabalho meu, eu penso e também digo: a obra de arte é de quem fez o gráfico... meu trabalho foi copiar... Aproveito momentos livros - ou leio ou bordo (é minha terapia)... De tudo, faço minha oração. E nela, atualmente, coloco você, com seus dons, com sua força e coragem!! "Adiante, sempre adiante! Deus tudo provê!"... "Sor" Pilar

    ResponderExcluir
  23. "Sor" Pilar,
    uma das coisas boas de bordar é ficar em silêncio - atenta aos pontos e cores - que também utilizo para orar.
    Sou sempre grata pelas suas orações.
    Abraço!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)
Volte sempre!