Sopa de feijão-preto com abóbora

segunda-feira, janeiro 09, 2012 Jussara Neves Rezende 25 Comments


Sempre que uma receita passa pela “Cozinha experimental da Jussara”, observo atentamente as reações dos que compartilham comigo as refeições. Mais tarde as observações que eles tecem passam a integrar as margens dos meus cadernos – preciosas considerações que irão me animar, ou não, a repetir a receita numa outra oportunidade.







Os comentários mais originais, entretanto, são sempre do meu filho. Gabriel é o dono das frases mais curiosas que margeiam meus registros culinários: “Quando vamos repetir?”, “Beira a perfeição” e “Entrou para os anais da família” são algumas das pérolas que ele cria espontaneamente, do nada, num bom humor que caracteriza o seu jeito de ser.
Como a chuva trouxe um friozinho gostoso e considerando os elogios que esta sopa recebe sempre que é produzida, resolvi compartilhá-la aqui. É muito fácil de preparar e tem um “Delícia!” registrado na margem. Este não é um dos comentários típicos do Gabriel; parece antes o consenso geral sobre o prato. Se por aí a chuva também espantou o calorão, aproveite para fazer.


SOPA DE FEIJÃO-PRETO COM ABÓBORA

INGREDIENTES
1 xícara (chá) de feijão-preto
4 xícaras (chá) de água
2 tabletes de caldo de carne
2 xícaras (chá) de abóbora madura picada
Sal e pimenta a gosto
1 cebola média cortada em rodelas
1 colher (sopa) de extrato de tomate (ou de catchup) dissolvido em 1 xícara (chá) de água
2 colheres (sopa) de margarina









PARA DECORAR
1 ovo bem cozido cortado em rodelas ou
100 gramas de bacon frito aos quadradinhos ou
2 colheres de salsinha bem picada




MODO DE FAZER
1.      Coloque numa panela de pressão o feijão limpo, lavado e escorrido, acrescente a água e cozinhe em fogo alto por 30 minutos. Retire do fogo, deixe sair a pressão e abra a panela para acrescentar os 2 tabletes de caldo de carne e a abóbora picada. Cozinhe por mais 10 minutos (já sem a pressão; acrescente um pouco de água, se necessário). Verifique o tempero e acrescente sal e pimenta a gosto. Junte a cebola e o extrato de tomate (ou catchup) dissolvido na água e deixe ferver por 15 minutos ou até a abóbora ficar macia.
2.      Tire a sopa do fogo e bata no liquidificador até obter uma mistura homogênea. Caso fique muito espessa, junte mais um pouco de caldo de carne.
3.      Volte a sopa ao fogo e deixe aquecer novamente. Acrescente a margarina e misture bem.
4.      Tire do fogo, coloque numa sopeira previamente aquecida – ou em bowls individuais – e decore com rodelas de ovo, ou com quadradinhos de bacon fritos ou com salsinha picada. Sirva em seguida.



Rendimento: Serve 5 bowls bem servidos.











Os motivos de eu sempre caprichar tanto:





Como diriam os franceses, “bon appétit”, ou como dizemos por aqui... “passa vontade nãooo”... rs


Beijo! Até depois!






25 comentários:

  1. PASSA VONTADE NÃO, GENTE!

    Passei pela fase do experimento, da aprovação e da entrada para os anais da família.. e posso dizer com toda certeza que você é a melhor mãe/cozinheira do mundo!!!
    ^^

    "O seu valor muito excede
    o de finas jóias."

    ResponderExcluir
  2. Angie, essa passagem pelas "fase do experimento, da aprovação e da entrada para os anais da família" faria de você uma testemunha da qualidade da receita... não fosse o fato de ser milha filha... o que a torna suspeita... rs
    LINDA a lembrança do versículo para me mimar! Uma lembrança que é, em si, uma jóia!
    Te amo!

    ResponderExcluir
  3. nossa!!!! que fome foi me dar em plena 1:31!

    ResponderExcluir
  4. Sopinha mineira...adoro tudo! Estou de olho e anotei!
    Um grande abraço e boas energias na semana!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  5. Fabi,
    hj choveu aqui o dia todo... por aí tb? Faça a sopa menina! Acredita que só por digitar a receita eu meio que sentia o gostinho dela? Amo sopas!... rs
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. CamomilaRosa,
    bom ter vc aqui e saber que anotou a receitinha mineira... simples e gostosa, como a vida deve ser.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Nossa que delícia! Assim vc me mata! Ai seu eu te pego ai! Não sobra nada! Obrigada pela visita! Sobre as pinhas recobertas, penso ser bolinhas de tecido fazendo a vez de bolinhas de Natal. Bjus! Vera Moraes - AQUI TEM DE TUDO - www.veramoraes.com.br

    ResponderExcluir
  8. Lendo seu perfil me vi em várias descrições, menos na de poetiza. Adoro poesia, ler poemas, ensinar poemas, ms não tenho uma linha sequer de minha autoria. Mais ou menso como o maestro do conto Cantiga de Esponsais...rs

    ResponderExcluir
  9. Dá até pra sentir o cheirinho...

    Fico devendo fazer a receita... não sou muito chegada a fogão... ele não vai muito com minha cara! rsrsrsrs

    Beijossss

    ResponderExcluir
  10. oi JU

    Nada como receber uma frase assim hein!!!! se eles não falam nada à mesa eu pergunto...kkk
    Lindos seus filhotes!!!!!

    bjo amiga

    ResponderExcluir
  11. Oie... Passei pra conhecer e ameii o blog... bem legal!!!
    Estou seguindo, adoraria ter vc como minha seguidora tbm?
    Um bjooo

    Vanessa Menezes

    vidademulherprendada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi, Jussara,

    Delícia de sopa! É simples e - com toda certeza - muito saborosa, os ingredientes e o aspecto dela dizem tudo, rsrs. E os dois gatos da foto? são seus filhos? Você não parece ter filhos grandes assim, rsrs.

    Beijoca e boa noite!

    ResponderExcluir
  13. Vera, a sopa é mesmo gostosa... cheirinho que convoca a vizinhança... rs
    Abraço!

    ResponderExcluir
  14. Silmara,
    que bom que temos vários pontos em comum! Quanto a não ter uma linha poética de sua autoria, é mais ou menos como o maestro da Cantiga de Esponsais, que vc citou... ou a situação que minha ex-aluna Keilla definou tãpo bem: "não sou uma poetisa, uma criadora de poemas; sou uma SENTIDORA de poesia". Isto com certeza você é!
    Obrigada pela visita. Espero que volte sempre e sempre encontre motivos para voltar!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  15. Clara,
    olha que o cheirinho é realmente bom! rs
    Eu até gosto do fogão e ele de mim... o que não gosto é de sentir que ele me toma muuiiito teemmpo...
    Abraço!

    ResponderExcluir
  16. Oi, Ana,
    minha mãe também sempre perguntou quando a gente comia e não falava nada. Daí meu pai respondia: "o silêncio é um elogio". De fato, né? As bocas ocupadas, ninguém reclamando de nada... rs... Mas é tão bom ouvir que ficou gostoso, né?
    Obrigada pelo elogio aos meus filhotes... Fico toda vaidosa!... rs
    Abração!

    ResponderExcluir
  17. Olá, Vanessa,
    fico feliz que tenha passado para conhecer e tenha gostado do blog! Gostei muito do título do seu - vida de mulher prendada - muito interessante. Vou aparecer lá em breve, viu?
    Volte sempre.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  18. Oi, Marly,
    sopinha mineira para curtir o friozinho que a chuva trouxe...
    Os filhotes são meus, sim, embora às vezes perguntem se meu filho é meu irmão. Ele fica uma fera, eu adoro!... rs
    Obrigada por visitar o minasdemim e não reparar na simplicidade da receita - vc que é expert. Que a sopa é saborosa, eu garanto... rs
    Abraço!

    ResponderExcluir
  19. Hummm, me deu vontade de ir pra cozinha agora e experimentar essa delícia de receita.
    Seus filhotes são muito lindos :)

    ResponderExcluir
  20. Ô trem prá lá de bão, sô! Pena que aqui tá o maior calorzão. Fica prá uma outra vez!

    ResponderExcluir
  21. Regina,
    com o frio que deve estar por aí esta sopa seria uma bela opção para o jantar, heim?
    Obrigada pelo elogio aos meus filhotes... que sempre amo ouvir!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  22. Óia que é boa memo, cumpadi Sidão... rs... Vale voltar à receita quando o tempo esfriar...
    Abraço!

    ResponderExcluir
  23. Confesso que já comi sopa de todo jeito,mas essa ainda não tinha visto.Me faz lembra de feijoada vegetariana...rsss...deve ser uma delícia mesmo,porque comida mineira é "bão demais da conta"....rsss...
    Vou anotar...
    Obrigada por partilhar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  24. Receita copiada. vou tentar fazer.

    ResponderExcluir
  25. Oi, Jussara. Suas receitas nos deixam com água na boca. Não sei se você viu, mas há uma promoção no site "Receitas sem Fronteiras" em que é possível montar um livro com suas próprias receitas, solicitar a impressão ( que é feita na França) e receber em casa gratuitamente. Já recebi o meu e acho que o seu ficará divino! Escrevi sobre ele no blog, d~e uma olhada: http://www.deturistaaviajante.com/2014/01/livro-de-receitas-personalizado-e-gratis.html

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)
Volte sempre!