Caminhos de Minas

segunda-feira, janeiro 23, 2012 Jussara Neves Rezende 18 Comments

Caminho do campo verde
Estrada depois de estrada..
(Cecília Meireles, “Canção da tarde no campo”)


Das montanhas que rodeiam a cidade, são as que ficam a oeste que trazem a chuva. Se o céu se acinzenta, mas está claro nas montanhas em que o sol se põe, então é chuva que vai para outro lugar, não cai aqui. Lição que aprendi ainda menina e que nunca falhou.
As estradas de Minas, cercadas de montanhas, convocam a imaginação: atrás daquela ali... o que haverá?
Perto de Alpinópolis e do lago de Furnas, há um lugar escondido entre as montanhas, repleto de quedas de águas cristalinas que correm sobre pedras brancas e amareladas de quartzito. Lá, no “Paraíso Perdido”, as montanhas se convertem em canyons e surpreendem o olhar a todo instante:


Gabriel, meu filho







Avista-se a primeira cachoeira








Bom lugar bom para um piquenique




No barco, todos impactados pela visão dos canyons












Agora... voltar?




Já na trilha das cidades históricas as montanhas abrigam igrejas barrocas em cujo interior há imagens pintadas a ouro. Ali, se você ficar em profundo silêncio, é quase possível escutar as preces murmuradas ao correr dos séculos. É assim em São João Del Rei onde ruelas antigas convivem com carros e estudantes da universidade:



Arquitetura barroca numa das vááárias igrejas





Ângela, minha filha













Crochê na vidraça




Lojinha de artesanato. Há vááárias




Ângela brinca fingindo interesse pela pasta da estátua  de Tancredo Neves





Estrada depois de estrada... Minas se abre em belas surpresas, como o artesanato em ferro feito em Tiradentes... mas isso já é assunto para outro dia...



Abraço!


























18 comentários:

  1. Lindos lugares e que filhos adultos são esses? A moça da foto do perfil não pode ter filhos assim tão grandes!!rs

    ResponderExcluir
  2. Que fotos lindas e que encanto de passeio de encher os olhos e com certeza aprender muito!
    Adorei conhecer!
    Uma ótima semana e estou de olho por aqui!
    Bjs e energias positivas!
    camomilaRosa

    ResponderExcluir
  3. Que filhos lindos amiga... já grandão!!! Os meus são filhotes ainda.kkkkk
    Mas lugar lindo hein... Quem sabe um dia vou la... Moro em minas tbm né!!!
    um bjooooooo

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Jussara... fico super feliz por dá uma ajudinha nos seus futuros projetos!
    Que delícia de lugar, cada foto suspirei ao encanto de Minas.
    Os filhos estão crescidos, enriquecendo-se de conhecimento desse lindo lugar.
    Beijos cheio de tranquilidade.
    Uma linda e maravilhosa terça.
    Lorena Viana

    ResponderExcluir
  5. Silmara,
    a mãe desses filhotes sempre "enganou" bem... rs O Gabriel não gosta nem um pouco quando perguntam se sou irmã dele ;)
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Olá, CamomilaRosa! De volta de sua viagem? Irei visitá-la em breve!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Vanessa,
    então você também mora em Minas! AMO isto aqui. Minas - realmente - é o mundo!
    Obrigada pelo elogio aos meus filhos. Também acho que são lindos demais! rs

    ResponderExcluir
  8. Lorena, querida,
    obrigada pelo comentário. Vc vê como estão crescidos os meus filhotes? Aproveite muito mesmo a sua pequena. É lugar comum, mas vou dizer assim mesmo: passa muiiiiito rápido!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Minas é tudo de bommmmmmm!!!!

    E que paraíso perdido é esse?
    Perto de Furnas? Nem é tão longe de minha casa, em Franca.
    Vou guardar esse nome e conhecer um dia.

    Filhos lindos, heim querida!!!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  10. Clara,
    coloque o nome "Paraíso Perdido" numa pasta e a nomeie assim: "Desejos para realizar em breve". Depois você me conta, tá bem?
    Obrigada pelo elogio aos meus filhotes! AMO!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Passei um tempinho sem 'passear' por aqui e deparo-me com 'delícias' de Minas, junto com a alegria de 'conhecer' Gabriel e Angela, ainda que apenas no retrato... E essas belezas do "Paraíso Perdido" são bem perto de Passos... Às vezes, quando vou lá, ouço meus sobrinhos contando a maravilha que é... E maravilha melhor é ler o que você descreve, pois vejo e sinto... Meu abraço!!! 'Sor' Pilar

    ResponderExcluir
  12. Obrigada, "Sor" Pilar, é tão bom saber que meu texto consegue essa proeza!
    Há uma foto linda da Ângela num texto do ano passado,
    "Brincadeiras de casinha".
    Abraço da Jussara.

    ResponderExcluir
  13. Que bom, Edilmara, obrigada!
    Volte sempre. È um prazer tê-la aqui!

    ResponderExcluir
  14. Jussara

    Já cheguei pertinho dessa cachoeira lá em Furnas...nunca vi um lugar tão lindo,fui com uns amigos de lancha,há dois anos atrás.Publiquei também em meu blog,sobre esse lugar fantástico que conheci.
    S.João Del Rei,para mim,como diz o mineiro:é caminho da roça,faço isso de dois em dois mêses,quando vou para Resende Costa fazer compras.Minas inteira inspira arte...e adorei morar em Pouso Alegre durante cinco anos,voltei por causa do emprego do meu marido,mas jamais teria voltado aqui para Campinas.
    Abços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário! Não sei seu nome, mas concordo com você sobre Minas inspirar arte... adoro! Ir a São João Del Rei de dois em dois meses é uma maravilha! Quisera eu também!
      Abraço!

      Excluir
  15. Gostei deste breve passeio virtual onde conheci seus filhos e um poucos mais das Gerais.
    A natureza e a arquitetura histórica em Minas são realmente obras de arte cativantes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Sylvio, pela visita. Eu sempre em dívida com você!
      Meus filhos são meus amores :)

      Excluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)
Volte sempre!