Meu primeiro post, uma rosca divina e uma boneca de fuxico

terça-feira, dezembro 13, 2011 Jussara Neves Rezende 26 Comments

Hoje o blog MINAS DE MIM completa um mês. Ainda tem lá seus problemas, como o gadget “Seguidores” não aparecer, mas as alegrias que me tem proporcionado estão em número maior: fugir um pouco da minha rotina, entrar em contato com minhas verdades, compartilhá-las, exercitar minha escrita, fazer novos amigos, sentir que estou, de fato, a viver.

Apesar dos pesares, tive nesse primeiro mês (até agorinha) 1733 visualizações de páginas, o que não é pouco para quem acabou de chegar. E os comentários são todos animadores, incentivadores, o que me entusiasma a seguir.
Para comemorar este primeiro mês apresento a seguir um apanhado do que disse no meu primeiro post  – para que quem está chegando agora não se sinta perdido – como explicação para o título MINAS DE MIM. Em seguida, ofereço uma receita de rosca com recheio de maçã – que fiz hoje, já para comemorar o primeiro mês do blog – porque mineiro que é mineiro sabe que não há comemoração se não há o que comer numa mesa coberta por uma bela toalha, com café quentinho, acabado de coar. Pois bem: vamos a isto:



Em 2001 publiquei um livro de poemas intitulado Minas de mim. Trata-se de uma edição de autor (não sabe o que é? Veja aqui) que reúne 50 poemas escritos ao longo de vááários anos.  Nenhum desses poemas é datado, o que garante certo frescor aos olhos que os percorrem, como se acabassem de nascer. Além disso, as reflexões que os permeiam giram em torno de temas inesgotáveis – o amor, o desejo, a saudade, a dor, os sonhos, o sentido do tempo e a transitoriedade do ser – servindo-se, ao mesmo tempo, de uma certa paisagem mineira, pincelada de ladeiras e casarões.
O título do livro – Minas de mim – remete, portanto, a Minas Gerais, estado em que nasci e que amo, mas está também relacionado aos campos minados e às minas de pedras preciosas, indicando, ao mesmo tempo, os “explosivos segredos” que os poemas (re)velam e o valor do que é (re)velado.
Talvez tenham sido a “dicção e a mundividência profundamente feminina” desses versos, notadas por Marcelo Franz (PUC-PR), que me garantiram um espaço no valioso Dicionário crítico de escritoras brasileiras, da estudiosa Nelly Novaes Coelho (São Paulo: Escrituras, 2002). Talvez tenha sido um outro dos já citados valores acima. Seja como for, meu nome aparece também no livro Todos os nomes do mundo, de Nelson Oliver (Rio de Janeiro: Ediouro, 2005), no verbete “Jussara”, como exemplo de “personalidade” (ligada à poesia) que tem esse nome.
A propósito do título do livro escreveu a Profa. Dra. Benilde Caniato, da USP, ao prefaciá-lo:
O título, homônimo de um dos poemas, sugere um certo grau intensivo, como se fosse “Minas plenas de mim”, “Minas plenas de minha poesia”, valor afetivo que se encontra também em outros poemas. Em "Minas" está contido o "mim" como parte dual que se divide para conter especularmente o esforço das descidas e subidas de ladeiras em que a poeta, mineiramente barroca, procura descobrir histórias. Histórias de "minas"? Histórias de "mim"?
 O nome do blog fica aqui – depois de um mês – novamente explicado: está relacionado ao estado de Minas, bem como aos campos minados e às minas de pedras preciosas. Indica também os “explosivos segredos” que os poemas contém e ora velam, ora revelam. O blog vai mais além, obviamente, ao patentear as minhas minas, pois focaliza aspectos não abordados pela poesia, mas não menos importantes para mim, embora tão cotidianos: detalhes de casa, de viagens, de artesanato, de culinária, de jardinagem, de fé, daquilo que, enfim, eu sou.
 Caso você se interesse em possuir um Minas (antes que a edição se esgote), entre em contato comigo pelo e-mail: jussaraneves@hotmail.com


Em clima de comemoração:

ROSCA COM RECHEIO DE MAÇÃ




Ingredientes
1 xícara (chá) de leite
3 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres de fermento de padaria
1 colher (sopa) de margarina
2 ovos
3 colheres (sopa) de azeite
5 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (chá) de sal



Recheio
2 colheres (sopa) de margarina
6 colheres (sopa) de açúcar
2 maças raladas (com o seu casca)



Para pincelar
1 gema



Calda
1 xícara (chá) de açúcar
1 xícara (chã) de leite



Modo de Fazer

Misture muito bem o leite, o açúcar e o fermento em uma vasilha (de preferência de alumínio para esquentar ao sol), cubra com plástico e deixe por 10 minutos ao sol para que o fermento cresça. Não há sol? Não se desespere. Ligue o forno por uns instantes e desligue. Ponha lá a vasilha... o efeito é o mesmo.
Crescido o fermento, junte a margarina, os ovos, o azeite, a farinha e o sal. Mexa com uma colher de pau até sentir que começa a dar liga... Então trabalhe a massa com as mãos até que ela deixe de ficar grudenta e se desprenda com facilidade de seus dedos. Não é necessário sovar, sovar, sovar... Apenas garanta uma massa firme, macia e que desgrude das mãos. Cubra novamente com plástico e repita o processo de levar ao sol até que a massa dobre de volume. Você nunca fez uma rosca? Vai amar: parece mágica!



Recheio
Misture a margarina, o açúcar e as maçãs. Abra a massa, espalhe o recheio e enrole como rocambole. Corte em fatias de 2 cm, coloque-as em pé, uma ao lado da outra em uma forma grande, untada, de furo no centro. Nessa altura a massa já deve estar no ponto para ir ao forno, mas para garantir, faça uma bolinha com a massa e coloque-a num copo com água. Se a bola subir, sua rosca já pode ir ao forno. Se não subir, deixe a forma, preparada com as fatias, coberta com o plástico um pouquinho mais. Geralmente eu não preciso dessa terceira etapa de cobrir com plástico, pois a massa já está super leve. É hora, então, de pincelar a rosca com a gema reservada.
Leve ao forno até dourar.



Cobertura
Leve ao fogo o açúcar e o leite até engrossar. Vire sobre a rosca morna. Desenforme depois que a cobertura secar.




Não tem erro e é deliciosa. O segredo – se houver – é ter paciência com as etapas de crescer o fermento, crescer de novo, crescer... Mas isso num dia quente é bastante rápido e você terá, para o chá das cinco, uma rosca di-vi-na!








Ainda no clima de comemoração:

Veja a bonequinha de fuxico de malha que meu filho me deu hoje. Batizei-a de Bloguita usando essência de lavanda. Amei!





Hoje não foi mesmo um dia especial? Abraços!






26 comentários:

  1. oi Ju

    Lindo o nome que escolhestes, com certeza é marcante!!
    amei a bloguita, super simpatica como toda blogueira deveria ser..hehhe
    E nem posso aprender a fazer essa rosca deliciosa, não ando fazendo mais doces, pois acabo comendo tudo sozinha..rs

    bju querida

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ana, então vc tb amou a Bloguita? rs... Simpatia mesmo.
    Quanto à rosca... vc sabe, menina, que o que me salva é que meus pais moram ao lado e sempre levo para eles metade do que faço? Eu uso cortisona... além de reter líquidos essa medicação abre o apetite! Engordei horrores e preciso realmente fechar a boca...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Jussara!

    Adorei o nome "Bloguita". Você me fez lembrar de quando era criança; eu e minhas primas colocávamos nomes nas bonecas, fazíamos cerimônia de batismo e tudo...rs.rs.. Se tivesse uma rosca dessa, então, saía até um "Parabéns pra você"..rs...rs..
    Obrigada por seu blog me trazer essas boas lembraças!
    Abraço,
    Keilla

    ResponderExcluir
  4. Keilla, que bom suscitar boas lembranças! O Rubem Alves diz que a gente escreve para descobrir "cons-piradores", "gente que respire o mesmo ar". Mais que nunca creio que ele está certo.
    Abraço e dia lindo pra vc!

    ResponderExcluir
  5. Só não vou já para a cozinha fazer esta delícia de rosca porque estou a trabalhar. Mas já imprimi a receita e, assim que puder, vou botar as mãos na massa e depois comento como ficou. Bacana a sua explanação a respeito do blog e do livro (aliás, ando postando alguns de seus poemas no face com a devida referência ao autor, lógico!)E o nome da bonequita não poderia ser mais interessante.

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    QUe maravilhosa está a cara dessa rosca de maçã. A receita é diferente daquela que meu marido gosta, e a forma de enrolar também, mas deve ser tudo de bom:)
    Parabéns pelo aniversário de 1 mês do blog.
    Que venham muitos e muitos mais.
    Sua Bloguita é linda!!!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  7. Amei esta receita, já fiz e é muito gostosa, em casa todos amam. Agora, já aquela coisinha linda de fuxico ficou maravilhosa. Parabéns Jussara, seu blog esta maravilhoso.
    Jaqueline

    ResponderExcluir
  8. Jussara: eu também lhe digo: 'amei o Bloguita"! Que coisinha linda e que significado profundo: presente de seu filho! Ah! (não é pela propaganda) mas isso não tem preço!!! Não tem preço também tudo que você já recebeu de reconhecimento, como pude ver pela reapresentação de seu blog. Bem merecido!! Apesar de eu ser meio 'devagar', semianalfabeta em informática, agradeço a Deus que ainda me dá essa chance de viver neste tempo de tanta facilidade de comunicação. E... apesar da informalidade, comunico-me com você, de coração e alma, dizendo-lhe, pelo aniversário de um mês de seu blog: Parabéns! E usando um 'tema', agora frequente entre nós do CIC: "Adiante! Sempre adiante! Deus proverá!" e O "Minas de Mim" passa a ser "Minas de nós". Obrigada por isso! Sor Pilar

    ResponderExcluir
  9. Sidnei,
    eu não sabia que vc tinha dom para culinária. Coisa boaaaaa... Claro que vou querer saber como ficou! A-DO-RO!
    Quer dizer que eu, que nem tenho Face, ando aparecendo por lá? rs... Coisa mais chique, meu Deus! Obrigada pelos créditos... pela amizade e carinho.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Fabiana,
    minha família toda é louca por essa rosca. Um tia que mora em Poços de Caldas soube que eu fiz ontem e pediu para congelar um pedaço para ela comer no sábado. Vê se pode! Nem sei se dará certo isso, mas vou fazer...
    Obrigada pelos bons votos e pelo carinho. Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Cristiane Silva Garcia14 de dezembro de 2011 14:58

    Oi Jussara, amei o blog, a bloguita e a rosquita... estamos em Machado e queremos muito te ver. Vou divulgar o teu blog aos meus contatos. Um grande abraco na paz do senhor! Cristiane.

    ResponderExcluir
  12. Olá, Jackie,
    que bom receber sua visita! A rosca é perfeita, não é mesmo? E meu filho um doce por me presentear com uma bonequinha tão meiga, vc não acha?
    Obrigada pela visita, pelo elogio, pelo carinho.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Olá Jussara,
    primeiramente parabéns pelo Blog! Um mês de Felicidade pra quem ler-te.
    Aqui no meu Ceará é cheio de "Fuxicadeiras" , heheh', lindo trabalho de fuxico, a Bloguita tá um encanto, cheia de charme!
    E esse nome hein?! Super original e marcante!
    Que venha muitos e muitos meses de blog!

    Beijos com carinho!

    ResponderExcluir
  14. Olá, Jussara!
    Morando no estado de São Paulo, vai ser uma delícia viver Minas através de você e de suas gostosuras literárias e artesanais!... Parabéns pelo lindo e inspirador trabalho!
    Beijos,
    Luciana Prado

    ResponderExcluir
  15. "Sor" Pilar,agradeço imensamente a verdade de seu afeto. Meu filho já é um homem de 25 anos! E lembrar-se de me fazer um agrado com a bonequinha não foi mesmo um luxo? Deus tem sido generoso para comigo; qdo iniciei o blog foi totalmente no escuro, sem saber se algum dia alguém iria querer ler os meus escritos - e cada dia me surpreendo com a recepção que ele tem tido e fico muito feliz. O "Minas de mim", de fato, passa a ser "Minas de nós", de quem chegar e fizer pousada. Amei essa sua percepção! Não sabia que o atual lema do CIC é "Adiante! Sempre adiante! Deus proverá!", mas me identifico com ele. Já fui de me preocupar com o que seria daqui a vários anos... e sofria pelo que eu nem sabia se chegaria a acontecer. Hoje sigo adiante, dia a dia, sabendo que o Senhor proverá, que será a minha porção e a minha herança, a minha força em tempo de fraqueza.
    Abraço e carinho!

    ResponderExcluir
  16. Cristiane, estão em Machado? Que maravilha! Saudadeee... Quero muuito vê-los. Precisamos marcar. Que bom que gostou do blog. Será um jeito de estarmos todos juntos de novo, apesar do Atlântico!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  17. Oi, Lorena,
    Que lindo vc dizer "um mês de Felicidade para quem ler-te". Sério que você tem gostado do que escrevo??
    Ontem eu tava no clima de comemorar um mês do blog, então a bonequinha de fuxico que meu filho me trouxe virou Bloguita, a rosca que fiz virou motivo de comemoração e post... rs
    Seu Ceará é um lugar de artesantos lindos! A-MO!!
    Obrigada pelos bons votos.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  18. Olá Jussara, adorei o seu blog e já levei pros meus favoritos!!!

    Essa rosca está com uma cara ótima, vou fazer nesse final de semana, adoro rosca....

    E quanto a bonequinha que vc ganhou do seu filho ela é realmente muito fofinha.... Tenho certeza que ela foi dada com muito amor e carinho por ele, por isso tem um valor especial não é?? Quem é mãe entende muito bem isso...

    Parabéns pelo blog e muito sucesso!!!

    Abraços,
    Renata

    ResponderExcluir
  19. Luciana Prado,
    Que prazer receber sua visita e seu comentário tão poético e generoso!
    Obrigada pelos elogios. Será muito bom recebê-la sempre com alguma "gostosura" diferente.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  20. Renata Gaetti,
    Fico tão feliz que tenha gostado do blog a ponto de levá-lo para os favoritos!
    Ontem eu estava tão dentro do clima de 1 mês do blog que a rosca virou motivo de comemoração e post e a bonequinha que meu filho me deu virou a Bloguita... que amei! Sim, você tem razão: quem é mãe entende desses carinhos sutis muito bem.
    Obrigada pelos bons votos. Esperarei por novos comentários seus.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  21. Oi Jussara,é a Vi,realmente só relacionava Minas a Minas Gerais, e não a campos minados e pedras preciosas, achei bem interessante esse aspecto abordado.
    Essa rosca esta maravilhosa, deu água na boca e a boneca de fuxico bem delicada.
    Muitos beijos,Vi

    ResponderExcluir
  22. Oi, Vi, fiz bem, então, em comentar mais uma vez o título, não é mesmo? Claro que trato de Minas Gerais - apaixonada que sou por esse estado - mas as minas se referem muito mais, às vezes, às coisas minhas, segredos meus, meu modo ser - às pedras preciosas ou os explosivos que guardo dentro de mim ;)
    Rosca linda, né? Não sou nenhuma Pepa, mas me arrisco de vez em quando... rs
    Fiquei muito feliz por ganhar a Bloguita, mas meu coração quer uma Tilda igualzinha a que vcs deram pra Rejane do Casa, Corpo e Cia. Quando vão fazer uma exatamente igual pra eu poder comprar???
    Obrigada pela visita. Tão bom ter vc aqui!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  23. Parabéns, Dra Jussara! De extremo bom gosto e elegância refinada, seu blog vem a preencher a lacuna artística que faltava à publicações desse universo artístico-literário.
    Disponibilizo minha presença e patenteio uma delicada amizade.

    Carmen Cardin

    Facebook: Carmen Cardin
    E-mail: carmencardin@live.com

    ResponderExcluir
  24. Olá, Carmen,
    obrigada pelos elogios ao blog. Tenho cuidado dele com carinho e fico bem feliz quando o elogiam... rs
    Agradeço a visita e a promessa de estar sempre por aqui. Agradeço, principalmente, a generosa oferta de amizade.
    Dispense o dra. Serve apenas para o currículo... rs
    Abraço!

    ResponderExcluir
  25. Jussara, não faça isso comigo: as fotografias estão quase comíveis e eu estou evitando doces. Abraços.

    ResponderExcluir
  26. Que simpática essa doutora não gente? Amei seu estilo de ser comentada. Todos têm o mesmo tom. Disse bem o João Antonio,"as fotografias estão quase comíveis". É muito bom fazer para agradar. Faço uma rosca de mandioca que todos amam também. Vou fazer sua receita e espero fazer tanto sucesso quanto a sua está fazendo no blog. Beijos e mais sucesso pra você!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)
Volte sempre!